segunda-feira, abril 20, 2009

Twitter

Confesso que não nunca entendi muito bem como funciona o Twitter. Apesar de ter uma conta desde julho de 2008, não domino muito bem as ferramentas. Tenho 25 seguidores (bem longe do 1 milhão do Ashton Kutcher), mas não sigo ninguém. Não sei se isso não é falta de educação, mas não entendo bem quais são as implicações de seguir uma pessoa no Twitter.

Pela minha leiga observação, a maioria das pessoas usa o Twitter como um misto de frase de msn com scrap do Orkut. Outras tanta usam para linkar novos posts em seus blogs. Não é exatamente o uso que faço do meu Twitter.

Lá coloco links para textos que achei interessantes ou faço registro de alguma informação que não merece um post inteiro no blog. (As últimas 5 entradas do Twitter são exibidas numa coluna, na direita da página no blog)

Um exemplo desta segunda hipótese é a questão do processo do Simon contra o Peninha, que registrei devidamente no blog. Sobrevieram algumas manifestações, mas não acho que seria o caso de fazer um post sobre isto, talvez um registro no twitter bastasse. Achei bastante curioso que, no final das contas, o Wianey tentando dar uma de isento ("Ambos desfrutam de largo e justificado prestígio nacional e internacional. O resto fica por conta da paixão futebolística, não convém meter o bedelho.") quando tudo mundo percebeu que desde o começo o referido colunista tomou o lado do árbitro, como bem registrou o Jorge Bettiol na sua coluna no site do Ducker.

A outra questão é dica de matérias, colunas e artigos relacionados de alguma forma ao Grêmio. No meu entender o Twitter se presta a isso, e dá para fazer com alguma agilidade.

A rapidez de Twitter em relação a outros meios ficou bem clara no episódio do Avião do Rio Hudson, em Nova York. Mas dentro do tema do Blog existe um outro belo exemplo.

Sexta-feira acessei site de jornais Bolivianos e Colombianos para ver a repercussão da vitória do Boyacá sobre o Aurora. No site do jornal Los Tiempos encontro uma matéria com a seguinte manchete: "Blooming usaba viagra para mejorar rendimiento en estadios en altura".

Automaticamente lembrei daquelas notícias do início da temporada, onde o médico Alárico Endres cogitou usar o medicamento na Libertadores. Fiz esta relação e coloquei no Twitter:

"Médico do Grêmio, Alarico Endres http://is.gd/sZz5, tinha precedentes no Blooming da Bolívia. http://is.gd/sZzj - 3:02 PM Apr 17th from web "

Coincidência ou não, no Sábado, Mário Marcos de Souza fez um post sobre a mesma notícia em seu blog. No domingo, publicou uma notinha em sua coluna no jornal Zero Hora:

"Você viu?
O Blooming, da Bolívia, deu Viagra aos jogadores para combater os efeitos da altitude. O Grêmio pensou nisso, lembram? Virou brincadeira na época." (Zero Hora, 19/04/2009)

Enfim, ainda não tinha anunciado formalmente o Twitter no Blog, e achei que este é um momento oportuno para tanto.



3 comentários:

Augusto disse...

to te seguindo e acho q tá fazendo um bom uso da ferramenta, acrescentando conteudo ao invés de só linkar posts do blog.

segue a barca q tá bom!

Márcio C. M. disse...

http://www.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&section=Plantão&newsID=a2483439.xml

JonathanSIQUEIRA disse...

concordo.. nas palavras do souza. e vejo q o inter é o time da midia.. um exemplo é q eles falam q mesmo o gremio tendo melhor campanha.. lutam em dizer q os times de nossa chave sao fracos.. mas quando o inter ganha ninguem diz q os do gauchoes e copa do brasil sao mais fracos ainda!
mas tbem vejo problema nisso.. so os jogadores do gremio q aparecem na midia pra defender-se.. vejo os jogadores sustentando o clube. concerteza se vencermos essa liberta os jogadores terao que ser muito respeitados pois estao sendo mais do q jogadores nessa hora.. estao assumindo pelo clube.. pois eles q defendem.. as fofocas da midia vermelha!