domingo, outubro 11, 2009

Brasileirão - Corinthians 2 x 1 Grêmio


No Corinthians, Mano Menezes provocou seus jogadores. No Grêmio, sem Souza e Mário Fernandes, Autuori optou por uma escalação mais precavida, com três volantes. Supostamente o time deveria se defender melhor, marcando mais e aproveitando os contra-ataques.

Atacar não foi exatamente o problema do Grêmio. Na primeira meia hora foram criadas ao menos 3 grandes chances. Felipe fez duas grande defesas: Na cabeçada e no voleio de Jonas. O espalhafatoso arqueiro corinthiano ainda evitou o gol em um arremate de Maxi Lopez. Contudo o Corinthians também atacava, e o tricolor tinha imensas dificuldades em defender. Num primeiro momento o Grêmio se escapou, quando Jucilei desperdiçou. Mas aos 11, Ronaldo recebeu com espaço e chutou de esquerda, a bola não saiu com força, mas desviou na zaga e complicou Marcelo, que ainda assim poderia ter defendido. Aos 32, o Grêmio vai buscar o empate na bola parada, mas perde o rebote (defeito recorrente do time), Ronaldo puxa o contra-ataque em câmera lenta, ultrapassa o meio do campo, três jogadores do Grêmio o cercam, mas ninguém o acossa. A bola chega em Jorge Henrique, Túlio fecha a ponta e deixa o meio aberto, a bola volta para um Ronaldo desmarcado e a jogada só termina no carrinho de Elias. 2x0 no placar e pra completar, o nosso artilheiro deixa o campo lesionado. Jogo praticamente definido.

Corinthians voltou para o segundo tempo tratando de administrar o resultado. Grêmio com Renato Cajá e com um posicionamento mais adiantando acabou melhorando na partida, mas praticamente só ameaçava nas bolas paradas, como no caso do gol (cruzamento de Tcheco no segundo pau, cabeçada de Réver). De resto, com a bola rolando o time se limitava uma lenta e despretensiosa troca de passes. Qualquer jogada mais incisiva pegava os atacantes em impedimento. Com exceção do lance aos 33 minutos, onde Herrera recebeu em condição legal e marcou, mas o bandeirinha inexplicavelmente assinalou o impedimento.


Mais um jogo onde não é propriamente o adversário que mereceu o resultado positivo, e sim o Grêmio que mereceu o resultado negativo.

E mais um bom exemplo da campanha gremista como visitante: Chances desperdiçadas, falta de sorte, erro de arbitragem, pouca marcação, reação insuficiente e derrota pela diferença mínima.

Sou um torcedor otimista, espero que até o final do campeonato o Túlio consiga desarmar um adversário. Corneta e exageros à parte, nossa cabeça de área é bom exemplo da ausência de combatividade na marcação.

Gosto muito de volantes criativos, que saem para o jogo, mas me parece que Rochemback está exagerando, inventando jogadas por demais pretensiosas.

É complicado falar baseado somente no "olhometro", mas me parece que Renato Cajá e Fábio Rochemback estão longe da forma física ideal.

A denúncia de Túlio chama a atenção pelo inusitado, mas não a considero grave. Pior foi o juiz ter permitido que Chicão e Willian "apitassem" o jogo todo. E mais um erro de arbitragem contra o Grêmio que ganha uma repercussão mínima.


Fotos: Terra e Uol

Corinthians 2 x 1 Grêmio
Ronaldo 11'
Elias 32'
Réver 68'

CORINTHIANS: Felipe; Alessandro, Chicão, William e Marcelo Oliveira (Balbuena, 29'/2ºT); Marcelo Mattos, Jucilei e Elias (Moradei, 46'/2ºT); Jorge Henrique, Ronaldo e Dentinho (Defederico, 29'/2ºT).
Técnico: Mano Menezes

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Leo, Thiego (Renato, intervalo), Réver e Lúcio; Túlio, Adilson (Perea, 40'/2ºT), Rochemback e Tcheco; Jonas (Herrera, 41'/1ºT) e Maxi López.
Técnico: Paulo Autuori

29ª Rodada - Campeonato Brasileiro 2009
Data: 10/10/2009, sábado, 16h10min
Local: Estádio Pacaembu, São Paulo (SP)
Público: 19.410 pagantes
Renda: R$ 655.243,00
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Auxiliares: Erich Bandeira (PE) e Jossemmar Jose Moutinho (PE)
Cartões amarelos: Ronaldo, Alessandro (COR); Túlio, Herrera, Adilson (GRE)
Gols: Ronaldo, aos 11min e Elias aos 32min do 1º tempo; Réver, aos 23min do 2º tempo

2 comentários:

Anônimo disse...

Horny.mx .:::. The place to play and have sexy time!

heraldo disse...

Alguem poderia me responder, em 2004 quantos jogos o GREMIO foi treinado pelo Plein, e qual foi o aproveitamento dele?