domingo, julho 25, 2010

Brasileirão - Cruzeiro 2 x 2 Grêmio


Jogando num 3-5-2 emergencial o Grêmio voltou a ser aquele time de antes da Copa. Mas não o time do Gauchão ou da Copa do Brasil, e sim o Grêmio do Brasileirão. O time que, como visitante até joga melhor que o adversário, mas nunca consegue a vitória. Foi o que aconteceu hoje. O tricolor dominou o primeiro tempo, criou as melhores chances e conseguiu abrir o placar pouco antes da ida para o vestiário, quando Jonas fez boa jogada e Borges marcou de cabeça, se antecipando a defesa cruzeirense.

A vantagem durou somente os 15 minutos de intervalo, pois o Grêmio conseguiu a proeza de tomar um gol praticamente no reinício do jogo. A bola não saiu da defesa do Grêmio até Henrique empatar o jogo de cabeça. A reação do Cruzeiro parou aí, o Grêmio voltou a mandar no jogo e desempatou com um gol de Jonas aos 34 (Teria desempatado antes não fosse a arbitragem). Mas sofreu novo empate em nova cabeçada de Henrique. Victor reclamou de falta no lance (não consegui ver, uma câmera invertida seria esclarecedora). O time novamente pagou um preço caro por não saber converter a superioridade em vantagem no placar.

Me surpreendi com o (relativo) bom desempenho desse novo esquema e gostei dessa mudança de atitude (que por si só não resolve nada).




O juiz deixou de dar um pênalti em Borges aos 4 minutos do segundo tempo. Errou também em diversas marcações de impedimento, como aos 14 do segundo tempo, quando Adílson lançou e Jonas sairia na cara do goleiro. Interessante notar nas estatísticas do site Superesportes, onde fica claro o descritério da arbitragem, que marcou 28 faltas gremistas contra 17 do Cruzeiro.

Fica difícil entender nosso treinador. No jogo passado Silas resolveu que iria absolver o árbitro. Hoje ficava pedindo para a Débora de Oliveira registrar os prejuízos causados pela arbitragem.

Essa história da confusão no vestiário está muito mal contada. Jogadores "teriam" brigado e foram os funcionários do estádio que presenciaram a briga. Uma história bem comprida. Enfim, mesmo que efetivamente tenha acontecido, o evento não é tão grave ou incomum. O problema está no fato de se permitir que a imprensa faça um carnaval em cima disso sem ter nenhum elemento concreto. O Grêmio está muito fragilizado. Todo mundo faz o quer com (e no) clube.


Fotos: Washington Alves (VIPCOMM), Jornal Hoje em Dia/Correio do Povo e Alisson Gontijo (Terra)
Cruzeiro 2 x 2 Grêmio



CRUZEIRO: Fábio; Rômulo (Sebá, intervalo), Fabinho, Cláudio Caçapa e Diego Renan; Fabrício (Marquinhos Paraná, 20min 2ºT), Henrique, Jonathan e Everton; Thiago Ribeiro e Robert (Reina, 29min 2ºT).Técnico: Cuca.
GRÊMIO: Victor; Ozeia, Rodrigo e Rafael Marques (William Magrão, 15min 2ºT); Maylson, Adilson, Rochemback (Ferdinando, 25min 1ºT), Douglas e Hugo; Jonas (Fernando, 36min 2ºT) e Borges.Técnico: Silas

11ª Rodada - Campeonato Brasileiro 2010
Data: 25/7/2010, domingo, 16h00min
Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)
Público: 9.845 (9.672 pagantes)Renda: R$ 208.796,25
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés e Rodrigo Pereira Jóia (RJ)
Cartões amarelos: R Marques (G), Sebá (C), Douglas (G), Fabinho (C), Henrique (C)
Gols: Borges, aos 45min do primeiro tempo; Henrique, a 1min e 41min, Jonas, aos 34min do segundo tempo


7 comentários:

Zezinho disse...

É duro, André.

Tomar gol de empate aos 54 segundos é dose pra leão! Não é possível que Douglas ainda seja titular do time. Quando o jogo estava 2x1, ele teve a oportunidade de puxar um contra-ataque pra matar o jogo, mas tentou driblar o zagueiro e perdeu a bola.

Quanto a possível falta no segundo gol do Cruzeiro: não houve. O Henrique ficou sozinho na pequena área, o Ozéia errou o cabeceio e o Victor ficou pregado no chão.

A braçadeira de capitão está matando o Victor. Ele perdeu uma bola aérea, na pequena área, para um jogador com menos de 1,80m. É inadmissível!

Quanto a brigas no vestiário...tu te lembras de Figueirense 2x1 Grêmio, pelo Brasileiro de 2003? Coincidentemente, o Meira estava lá

Anônimo disse...

Eu acho normal. Se eu fosse jogador do Grêmio também entraria chutando tudo no vestiario. Chutava o Rodrigo, o Silas, o Meira e quem mais aparecesse na frente. O problema é o ClicRBInter, que nunca fala de erros de arbitragens contra o tricolor, mas são os primeiros a noticiar uma "possível briga, possível troca de tapas, possível sei la o q" no vestiario tricolor...

Eduardo disse...

Problema é negar que houve briga. A imprensa tá aí pra noticiar o que aconteceu, quem dá pano pra manga é o proprio Gremio. Que a imprensa irrita é verdade. É um monte de gente estilo Nelson Rubens com "aumento mas nao invento". Mas nao é de hoje.

Não é imprensa que erra gol, que troca mal jogador, que fica marcando jogador ao inves de tirar a bola com as mãos em escanteio.

Houve briga entre Jonas e Rodrigo. Houve falha da zaga e do Victor no segundo gol, num momento crucial da partida.
Silas substituiu mal o Jonas e tal erro foi agravado pelo erro dos jogadores no segundo gol do Cruzeiro.

Gremio jogou até bem, contra um bom time, fora de casa. Isoladamente foi bom resultado. Problema é que o somatorio de resultados em casa tá péssimo.

Ontem foi irritante o jogo. Irritou por conta do penalti nao dado, mas irritou muito mais por nossos erros. Seja de marcação, seja de passes medonhos matando a saída de jogo ou pra armar ataque.

E o Silas tem culpa no cartório, mas coitado também, tem que por Maylson de lateral direito e Hugo na esquerda.

Pra mim, o principal problema ainda é a questao das lesões e suspensões acumulados. Todo jogo tem 3 ou 4 desfalques, quando não sao ainda no mesmo setor do time.
Aí falta bola mesmo. Uma coisa é ter plantel e sanar falta de 1 ou 2 titulares. Quando as mudanças sao tantas de uma só vez, ferra tudo mesmo.

André Kruse disse...

Eduardo, se a "imprensa tá aí pra noticiar o que aconteceu" por que não falam do pênalti?

Eduardo disse...

Mas se falou do penalti também. Só que o fato mais marcante foi a briga no vestiário. Por isso digo, quem tá dando pano pra manga é o próprio Gremio. Um site por exemplo, nao vai por de manchete "gremio empata com penalti nao marcado" se pode por algo como "Jonas da voadora em companheiro no vestiário".

A imprensa sempre foi aproveitadora da situação. Seja em crises, seja nas boas fases, quando exageram ao elogiar jogadores e etc.

Enfim, o resto falei no comentario anterior.

André Kruse disse...

Ainda assim, eu defendo que o Grêmio deveria lidar melhor com isso. Saber "manipular" a imprensa.

Daniel disse...

Um pouco fora de tempo , mas acho que vale o comentário: o Vítor vem falhando faz horas!! Hoje, no jogo contra o Goiás pela sul-americana, fez mais uma saída de gol desesperante daquelas.