terça-feira, fevereiro 22, 2011

Camisa tricolor - Análise de padrões

No final do ano passado, eu e Martina Schreiner desenvolvemos um projeto sobre os padrões das camisas clássicas do Grêmio, onde foram analisados alguns detalhes (como a proporção e ordem das listras, gola, números) dos uniformes usados nas principais conquistas do Grêmio.

Essa análise foi encaminhada a membros do conselho de administração (que gostaram do trabalho) e a diretoria de marketing.

O objetivo era o de resgatar a camisa clássica e do Grêmio, não ao ponto de "engessar" novidades, mas sim de servir como referência para escolha das novas camisas.

Segue abaixo o trabalho:

O trabalho foi focado nas camisas vencedoras do clube, mas fiz questão de relacionar algumas críticas coletadas na mídia sobre os uniformes mais recentes (tecla que sempre foi batida aqui no blog)

E dentro dessa ótica usada no projeto , segue a análise da camisa titular de 2011. Interessante notar como a proporção das listras se mantém próxima a média. O punho e a gola são brancos, como em 70% das camisas vencedoras. Assim como em 80% das camisas analisadas, o número também é branco.

15 comentários:

Vicente Fonseca disse...

Sensacional o estudo. Parabéns!

charles disse...

Exuberante esse material.
Parabens Andre. Sensacional.

augusto. disse...

Demais André, parabéns! Um dos melhores projetos sobre o Grêmio por aí. Muito obrigado mesmo.

martina disse...

espero poder incluir essa na análise das camisas vencedoras na metade do ano.
;)

Rodrigo Rodrigues disse...

Baita trabalho, André.

O interessante é que por mais que tenha, dizem, inspiração em 1981 a atual camisa, pela análise é a de 1960 que mais se aproxima no padrão das listras (4 azuis e 3 pretas) e no restante (gola e manga).

Abraço.

Edinho Moreira disse...

Creio que nunca fizeram um estudo tão apurado pelo #mantosagrado! A idéia é sensacional, parabéns pelo material reunido e disponibilizado!

Parabéns!

José Germano Pires Junior disse...

André é até redundante, mas meu parabéns pelo excelente trablho !!!

CavaleraPoA disse...

P A R A B É N S!!!

Miguel disse...

Espetacular, André. E o estudo já deu resultado de cara... nada como uma cartilha pra mostrar como as coisas são feitas.

Diogo disse...

Estudo bastante detalhado. Parabéns, André e Martina. Observei o mesmo que o Rodrigo: a camisa de 2011 se aproxima mais da de 1960 do que da de 1981.

André Kruse disse...

Rodrigo e Diogo, também achei um pouco parecida com a de 1961, com a listra preta no centro e o distintivo em cima de uma listra preta.

Não sei de onde tiraram essa ideia de que a camisa era pra ser parecida com a de 1981.

Schmiedel disse...

Bah, to boquiaberto ainda.
Muito bom mesmo, sensacional.

Alfredo disse...

Muito bom, amigos.
Realmente, a camisa está mais para a de 1961.

Alfredo disse...

Colorados da crônica é que relacionaram com 1981...

Moretão disse...

Excelente trabalho André. A listra branca no centro me parece mais adequada. A gola está quase extinta hoje em dia, é bem pequena em quase todas as camisas do mundo, e da cor branca parece melhor.

O número branco e as listras pretas e brancas da mesmo tamanho.

Outra coisa que notei, é que as listras quando não terminam no ombro também deixam a camisa linda.