segunda-feira, setembro 11, 2006

Vasco 1 x 1 Grêmio

Não sei ao certo se o empate foi um bom resultado. Certo é que foi a atuação menos inspirada do tricolor de uns jogos pra cá. Certo também é que Renato Portaluppi é um bom técnico de futebol, ele está "tirando" o máximo que pode desse elenco do Vasco.

Desde a copa do brasil já se sabia da pegada do time do vasco, e isso de certa forma dificultou o Grêmio. Jogo truncado no meio campo. As poucas chances vinham através de chutes de fora da área. Foi assim que Lucas fez o gol do Gremio. Igor acertou um belo chute no travessão, depois Andrade marcou um golaço para empatar o jogo. Sim foi um golaço, não me venham dizer que foi frango do Marcelo. A Bola passou pelo lado de dentro da barreira e entrou junto a trave, era uma bola de dificil defesa. Se houve falha ela se encontra na Barreira, que não pulou e talvez estivesse mal colocado, só aí podemos culpar o goleiro, que é o responsável pela barreira.

No segundo tempo talvez tenha faltada ousadia. A aproximação do meio campo com o ataque estava prejudicada. Hugo e Tcheco foram apáticos. Ramon (que é quem melhor faz esse ligação) estava ocupado demais auxiliando Wellington na marcação. Não é segredo que a lateral esquerda é o calcanhar de aquiles do Gremio, mesmo assim Wellington esteve abaixo do aceitável nesse sábado, com o único atenuante que ele ficou exposto o jogo inteiro, seu algoz, Jean, recebia a bola de frente sem nenhuma dificuldade.

mudando um pouco de assunto: São Januário tem lá seu charme, os comícios de getúlio no dia do trabalhador, o palco máximo do futebol carioca dos anos 40. tudo isso acrescenta a mística do estádio. Mas ao mesmo tempo, "detalhes" como o gramado, em péssimo estado, depõe contra a casa do vasco.

Olhando a tabela o empate foi bom, deixa o Vasco 4 pontos distante, mas acho que dava pra querer mais do time.

VASCO: Cássio, Fábio Braz, Paulão, Carlão, Wagner Diniz, Igor, Andrade, (Madson, 25' 2ºt), Morais, Diego, Jean, (Fábio Jr., 30' 2ºt), Faioli, (Valdiram, 17' 2ºt)
Técnico: Renato Portaluppi

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Patrício, William, Evaldo, Wellington, Jeovânio, Lucas, Tcheco, Ramon, (Rafinha, 21'/2ºt), Hugo, (Ricardinho, 34' 2ºt), Rômulo, (Rudnei, 41' 2ºt)
Técnico: Mano Menezes

Gols: no primeiro tempo, Lucas (G), aos 31 minutos, e Andrade (V), aos 40.
Cartões amarelos: Wellington, Hugo (G), Fábio Braz, Igor, Faioli, Jean (V)
Arbitragem: Cleber Welington Abade (SP), auxiliado por Valter José dos Reis (Fifa-SP) e Emerson Augusto de Carvalho (SP).
Renda: R$ 65.595,00
Público: 8.229 pagantes
Local: Estádio São Januário (RJ)


2 comentários:

Márcio C. M. disse...

Na minha opinião foi um péssimo resultado, pois tínhamos condições de ganhar a partida tranquilamente. Rômulo tá fazendo hora extra no time já, no entanto acho que ele cumpre um papel importante no esquema que o Ricardinho não pode cumprir, por não ser um jogador de área e que joga de frente para o gol. Wellington e Ramon ->SÃO<- jogadores abaixo do aceitável. Patrício se salva por ser esforçado e não tentar fazer o que não consegue, ao contrário do Wellington, que é um jogador medíocre e se apresenta para bater faltas e chuta bolas de longa distância que invariavelmente vão mto, mto longe da goleira.

Andre Kruse disse...

Como tu bem disse, não se pode abrir mão da funçao que o Romulo cumpre.
Patricio é no mínimo esforçado
Wellington tá devendo faz tempo.
O Ramon pode ser util jogando bem na frente, quase como segundo atacante. contra o vasco ele ficou atras do meio campo, aí não dá.