quinta-feira, julho 05, 2007

Britto Presidente

A notícia é desanimadora, mas esperada. Primeiramente divulgou-se o nome de Britto junto com o de Gerdau e Grendene, usando o nome destes dois últimos como uma cortina de fumaça. Difícil pensar em outro nome que causasse tamanha rejeição entre os associados (excetuando o Obino é claro). Não da para imaginar o que se pretende com Britto na presidência, nem da para entender porque outros nomes, ligados a atual administração, não foram indicados.

Há uns dois anos atrás, um amigo meu, ligado a política partidária do RS, me contou que a nova ambição política do ex-governador era ser presidente do Grêmio. Não levei ele muito a sério e disse que Britto não era nenhum pouco atuante dentro do clube. O fato dele ser conselheiro era uma mera cortesia ao fato de ocupar um cargo no executivo, assim como Alceu Collares. Não que eu estivesse errado, mas deveria ter levado a sério as informações do meu amigo.


A foto acima está no site do Grêmio, com a seguinte legenda "Conselheiro sempre presente nos jogos do Grêmio". Não, não e não!!!, nos todos sabemos que isso não é verdade. Além do mais vale lembrar que Britto foi indicado para o conselho em 1996, mas é um homem público desde 1985, portanto, se fosse tão gremista e tão interessado nos assuntos do Grêmio poderia entrado para o Conselho muito antes.

Parece que Britto na presidência é a vontade de Odone e Koff, logo não muito o que fazer contra. As notícias dão conta que se articula uma aclamação no conselho. Lamentável. Os diversos grupos dentro do Grêmio tem obrigação de lançar uma candidato "alternativo". E mesmo que Britto seja candidato único, penso que sua eleição deveria passar por uma eleição entre os associados e não ficar restrita ao conselho. Mas acho que no fim nada disso vai acontecer, tamanha é a distância entre o pensamente do conselho deliberativo e do sócio gremista.

Resta é fazer piada da situação.
- Será que Britto vai ser porta-voz de boletins médicos falsos?
- Será que vai privatizar o ataque tricolor por considera-lo ineficiente?
- Será que Nelson Proença e Berfran Rosado vão ser nomeados vice de futebol?
- Será que Britto vai colocar um pedágio no pórtico do Olímpico?

Eu sei que as piadas são fracas, mas minha decepção é muito grande, estou desiludido. Imaginem se anunciassem que o Grêmio teria três opções para ser centroavante: Drogba, Henry e Afonso Alves. Tudo mundo pensaria "desde que não seja o Afonso, está ótimo". Bem foi o que fizeram quando listaram Britto entre Grendene e Gerdau.

Posso estar sendo muito parcial ou pessimista, mas tem alguém que sinceramente pense que Antônio Britto será um bom presidente? se a resposta for postiva favor dar motivos para tanto.

13 comentários:

alisson disse...

" Será que vai privatizar o ataque tricolor por considera-lo ineficiente?" Essa até que é boa...
Mas a situação que se aproxima é lamentável....
Esse cara não pega mais nem pra vereador e quer se reerguer politicamente às custas do IMORTAL...
Como é que o KOFF concorda com isso? E nós, sócios, só podemos espernear? E se deixassemos de pagar mensalidade em represália?

San Tell d'Euskadi disse...

André, por que não, Britto?! Sinceramente, quem sobreviveu a adminstração do Estado do Rio Grande do Sul pode presidir qualquer coisa. Além disso, é sempre bom recordar que dos últimos governadores, foi quem chegou mais perto de ser reeleito.

O Presidente do clube não precisa necessariamente entender de futebol, mas cercar-se de quem entende. Aliás, não só no futebol, mas em tudo que o clube aje. Odone, p.e, É o departamento de futebol (Pelaipe é um espantalho), mas delegou TODO O RESTO.

Sinceramente, não repudio - por si - o nome do Britto (do mesmo partido e padrinho político de Odone). O Odone não se elegia síndico de prédio antes de assumir a presidência. Hoje, é deputado estadual. Foi ruim ele ter se promovido politicamente às custas do Grêmio?!

Tchê, isso é bobagem.

Aguardo os próximos dias para saber se haverá outros nomes, antes de me posicionar.

Guillermo disse...

Precisamos mais do que nunca acompanhar de perto os acontecimentos no clube. Não podemos deixar esse cidadão cuja melhor credencial é o seu gremismo (o que ainda isso pode ser questionado) tomar conta. Ele é um neófito no clube. Está ligado aos acontecimentos da arena? Excelente, mas ele vai ter que estar ligado também ao clube. Nesse caso o buraco é mais embaixo.

Ao San Tell d'Euskadi, isso não é uma discussão político-partidária. We are talking about Gremio, for Christ sake... Pelo que você fala qualquer um pode assumir contanto que o time esteja jogando bem, mas quem contrata o time? Hmmm...

DÁ-LHE GRÊMIO!!!

André K disse...

San Tell,

Odone antes de ser político foi dirigente e presidente do Grêmio.

Britto surgiu na política em 1985, Só virou conselheiro em 1996.

Primeira condição para ser presidente do Grêmio é ser gremista.

Não gostei do Governo Britto, mas isso é política, contudo na Azaleia o Britto também não foi bem. Portanto a capacidade dele como administrador é questionável.

A promoção política que o Odone fez muito me serve, ajudou muito o Grêmio.

Também não sei se o Britto na presidência não vai ser fantoche de alguém mais graúdo.

San Tell d'Euskadi disse...

Segundo conta o presidente Odone, o doutor Fábio Koff teria dito que “tem um extremamente qualificado executivo que está nos ajudando, trabalhando no projeto da arena, e tem feito isto para mim com extrema eficácia, que chama-se Antônio Britto”.

Bueno, ter o apoio de Koff e Odone já me basta para corroborar com a indicação.

André K disse...

Koff e Odone não são deuses e podem também se equivocar.

Márcio C. M. disse...

Não posso me alongar pq estou entre um trabalho e outro, no entanto faço um comentário rápido: só Jesus salva o ramo calçadista de falências e demissões em massa.

Jair Bernardes Jr. disse...

Socorro, ...querem colocar o Britto na presidência do Grêmio.
Alguém faça alguma coisa, pelamordeDeus.

José Vicente disse...

Não vamos misturar política com futebol!! Por exemplo, não gosto do Odone na política, mas no Grêmio ele foi muito bem.
O Britto é tão gremista quanto outro gremista, então pode sim ser presidente! Se vai ser bom, não sabemos, mas tirando Koff e Odone, quem é garantia de bom governo??
Não vamos cornetear antecipadamente!

André K disse...

Eu sou mais gremista que o Britto.

Muita gente é mais Gremista que o Britto.

Gente da atual administração ou gente com passado de serviços prestados ao clube dão maior garantia de bom governo.

San Tell d'Euskadi disse...

Desde quando "gremismo" é garantia de boa admistração?! Cacalo, por exemplo, foi péssimo! Certo está Maurício Macri, do Boca: "sou torcedor somente aos domingos".

Gostaria de ressaltar ainda que o Otrino é contra o Britt; mais um motivo para se estar a favor...

Anônimo disse...

Quem quebrou o Grêmio foi o Guerreiro e seus amigos.Pode-se questionar a gestão Obino,mas isto tem que ser dito. E o caso ISL?

Existe um site muito interessante que discute a corrupção no esporte.O endereço é www.playthegame.org. O tema ISL teve grande destaque neste site.

André K disse...

Guerreiro não comecou e nem terminou de quebrar o Grêmio.

A ISL foi um caso de falência mundial, o Grêmio, como um dos lados mais fracos, foi quem mais sofreu. Corinthians e Cruzeiro fizeram parcerias semelhantes (HTMF) e se saíram bem.

Valeu pela dica do site.