segunda-feira, junho 22, 2009

Grêmio X Cruzeiro em 1997 - Paulo Nunes na Copa América



Já falei sobre este assunto aqui no blog antes . Quando da convocação do Victor pensei em retomar o tema. Agora, com o confronto entre Grêmio e Cruzeiro na Libertadores de 2009, um dos personagens de ambos os confrontos lembrou da polêmica convocação de Paulo Nunes:

"Naquela altura, o Cruzeiro eliminou o Grêmio, e agora o processo é inverso. O Grêmio tinha um time forte, uma estrutura que ficou do Felipão. Lembro que tinha saído o Jardel e o Paulo Nunes estava na seleção. O restante era a estrutura vitoriosa deixada pelo Felipão" Paulo Autuori (GloboEsporte - 19/06/09 - 14h49 )


Para quem não sabe, em 1997, Paulo Nunes foi convocado pela primeira (e única) vez por Zagallo para a disputa do o Torneio da França (entre 3 e 10 de junho) e a Copa América (entre 11 e 29 de junho).
Enquanto isto o Grêmio enfrentaria o Cruzeiro, nos dias 27/05 e 03/06, pelas quartas de final da Libertadores daquela ano.



O Grêmio não gostou. Se achou prejudicado. Selecionáveis do Cruzeiro não foram chamados. Ricardinho figurou em convocações no final de 96 e no restante do ano de 97. Dida foi o goleiro titular nos primeiros jogos da Copa América de 1995 e nas Olimpíadas de de Atlanta, em 1996. Além de ter sido parceiro do "velho lobo" num comercial da Volkswagen.


A convocação de Paulo Nunes causou alguma surpresa, pois Zagallo já tinha deixado bastante claro o que pensava sobre jogadores do Grêmio no final de 1996.

A direção do Grêmio ficou revoltada, fez protesto por escrito na CBF. Cacalo falou com Ricardo Teixeira, e este último disse que a liberação dependia exclusivamente de Zagallo.

Mas o treinador não atendeu aos apelos feitos por uma equipe brasileira que disputava a Libertadores, diferente do que acabou fazendo mais tarde, quando o pedido partiu de outro clube.




Folha de São Paulo- 11/12/96
Finalista do Campeonato Brasileiro e considerado um dos melhores times do país, o Grêmio teve seus jogadores desprezados pelo técnico Mario Jorge Zagallo para o amistoso da seleção contra a Bósnia, dia 18, em Manaus.
Nenhum atleta da equipe gaúcha foi convocado ontem. A Portuguesa, o outro finalista, terá dois jogadores na seleção: Zé Roberto (titular) e Rodrigo (na reserva).
''Ninguém vai mudar minha opinião sobre o Palmeiras, que continuo achando o melhor time do Brasil'', disse Zagallo.
Ele chamou sete palmeirenses, inclusive o goleiro Velloso (para a reserva de Zetti).
Há dois estreantes na seleção: o lateral Júnior (Palmeiras) e o meia Ricardinho (Cruzeiro).
O técnico disse que não convocou nenhum gremista porque a ''seleção tem um estilo diferente''.
Zagallo elogiou o técnico do Grêmio, Luiz Felipe, dando a entender que os maiores méritos pela campanha no Brasileiro são dele
.


Juca Kfouri - 20/12/1996
"Não reclamo nem mesmo de Zagallo ter declarado que o Grêmio tem um bom conjunto, mas que, individualmente, seus jogadores são inferiores aos que eles tem convocado.
É perfeitamente possível mesmo que um time forme um ótimo conjunto e seja campeão de um país tendo, por exemplo, um grupo composto apenas pelos terceiros melhores jogadores em cada posição, ou seja, sem nenhum na equipe nacional.
Quem sabe seja esse o caso do Grêmio.
Mas gostaria muito que Zagallo pudesse demonstrar que o capitão Adílson, provado e aprovado em diversas decisões de títulos, é apenas o terceiro brasileiro na posição.
Admito que Carlos Miguel possa estar em tal situação e tenho certeza absoluta de que Paulo Nunes não está."


22/05/97 - Folha de São Paulo
"O atacante Donizete, do Corinthians, levantou suspeitas, ontem, quanto ao fato de não ter sido convocado para a seleção brasileira que disputará o amistoso contra a Noruega, o Torneio da França e a Copa América.
Do Corinthians, o técnico Zagallo convocou apenas o zagueiro Célio Silva. Donizete tinha como certa sua convocação.
''Alguma coisa aconteceu. Eu não sei o que pode ter mudado tão de repente, pois no papel eu estava convocado'', afirmou ele, em Atibaia (65 km ao norte de São Paulo), onde o time se concentra para a partida contra o Santos, sábado à noite, pelo quadrangular final do Campeonato Paulista.
Donizete estava disputando duas vagas na equipe de Mario Jorge Zagallo _com os atacantes Paulo Nunes, do Grêmio, e Edmundo, do Vasco da Gama.
O corintiano contestou a escolha de Zagallo, que optou pela convocação do gremista e do vascaíno.
''Tudo bem que o Edmundo tem nome, só que, atualmente, eu estou jogando muito mais do que ele'', disse o atleta.
Influência
A direção do Corinthians e o banco Excel, patrocinador da equipe, negaram qualquer influência na não-convocação de Donizete para a seleção brasileira"

05/06/97 - Folha de São Paulo
Os jogadores do Cruzeiro afirmaram anteontem à noite, depois da classificação para a fase semifinal da Taça Libertadores, que o jogo entre as equipes brasileiras pode ter sido a decisão do título.
O time mineiro perdeu para o Grêmio por 2 a 1, mas garantiu a classificação no saldo de gols.
Na próxima fase da Libertadores, o Cruzeiro vai jogar contra o Colo Colo, do Chile.
''Nós eliminamos o melhor time do Brasil, e acho que agora ninguém nos segura'', disse o zagueiro Wilson Gottardo.
O meia-atacante Palhinha também mostra confiança no título. ''Tenho experiência na Libertadores, e estamos no caminho certo.''
O técnico do Cruzeiro, Paulo Autuori, disse que definir o jogo de anteontem como a verdadeira decisão do título é ''precipitação''.
O presidente do Grêmio, Luís Carlos Silveira Martins, disse que o técnico da seleção brasileira, Mario Jorge Lobo Zagallo, virou ''persona non grata'' no estádio Olímpico, em Porto Alegre.
''Ele nos prejudicou'', disse, referindo-se à convocação do atacante Paulo Nunes para a seleção. ''Nosso principal jogador foi convocado para ficar na reserva.

06/06/97 - Folha de São Paulo
O goleiro Taffarel e o atacante Romário contundiram-se ontem nos treinos da seleção brasileira, mas têm boas chances de atuar contra a Itália, no domingo.
O caso mais grave é o de Taffarel. Ele torceu o tornozelo esquerdo e, se não puder jogar, entra Carlos Germano. Para a reserva dele, Zagallo tem duas opções: cortar Taffarel e chamar o goleiro Dida, ou jogar sem reserva e deixar o lateral-direito Cafu como eventual substituto.
Mas a previsão é a de que Taffarel jogue. ''Pisei num buraco quando caí após cortar um cruzamento. Mas o local já foi enfaixado, para evitar inflamação, e já comecei o tratamento'', explicou ao sair do vestiário.
''Vamos esperar. Acho que vai dar para ele treinar amanhã (hoje)'', declarou o médio Lídio Toledo. ''O caso do Romário é mais simples, e ele só não treinou por precaução.''
O atacante do Flamengo sentiu dores na parte interna da coxa esquerda no treino da manhã. Foi com a equipe para o treino da tarde (em Villefranche-sur-Saône, a cerca de 25 km de Belleville, onde está o hotel da seleção).
Mas sentiu dores de novo e voltou para o hotel a fim de continuar o tratamento.
O lateral Cafu disse estar ''meio preparado'' para atuar no gol.
''No Palmeiras, eu sou a opção, caso machuquem os dois goleiros no mesmo jogo. O Valdir (treinador de goleiros) sempre me pega para treinar.''


24/07/97 - Folha de São Paulo
"As convocações da seleção nestes quase três anos mostram que Zagallo tem inserido muitos desvios na rota que traçou para a Copa da França.
O efeito da última turbulência _o desempenho do time no Torneio da França e na Copa América_ pode ser notado na convocação desta semana.
Zagallo tirou oito atletas que, no seu entender, fracassaram: os zagueiros Márcio Santos e Célio Silva, os atacantes Paulo Nunes, Romário e Edmundo, os meias Djalminha, Giovanni e Mauro Silva."

06/08/97 - Folha de São Paulo
"As diversas baixas na seleção brasileira acabaram com o humor do técnico Zagallo. Em etapas, a equipe desembarcou ontem em Seul, Coréia do Sul, desfigurada.
Dos 22 convocados para os amistosos contra coreanos, domingo, e japoneses, dia 13, apenas 12 se apresentaram. Um deles, Zé Maria, com uma contusão no joelho, porém, pode ser dispensado.
Com Zagallo, vieram: Taffarel, Germano, Gonçalves, Júnior Baiano, Denílson, Dodô e Donizete.
Zé Maria e Flávio Conceição chegaram antes. Juninho, Ânderson e Roberto Carlos, depois.
Zagallo já sabia que não contaria com Ricardinho, que está defendendo o Cruzeiro nas finais da Taça Libertadores, e com Rivaldo, do La Coruña (Espanha), que pediu dispensa por estar contundido.
Roberto Carlos informou Zagallo que Zé Roberto, do Real Madrid (Espanha), está machucado."

07/08/97 - Folha de São Paulo
"O Cruzeiro empatou em 0 a 0 com o Sporting Cristal, ontem, em Lima (Peru), pela primeira partida da decisão da Taça Libertadores da América.
O segundo jogo será na próxima quarta-feira, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.
Quem vencer será o campeão. Em caso de empate, haverá prorrogação e, persistindo a igualdade, disputa de pênaltis.
Com o apoio dos 45 mil torcedores que lotaram o Estádio Nacional de Lima, o Sporting teve a iniciativa de jogo a maior parte do tempo.
Esbarrou, entretanto, no eficiente esquema de marcação armado pelo treinador cruzeirense Paulo Atuori, que optou por escalar três volantes _Ricardinho, Fabinho e Donizete.
Apesar do domínio territorial do Sporting, foram do time brasileiro as melhores chances do primeiro tempo _com Palhinha, aos 19min, Marcelo, aos 44min, e Nonato, aos 45min.
Todas esbarraram em boas defesas do goleiro peruano Balerio.
Um dos melhores jogadores do Cruzeiro foi o volante Ricardinho, que havia sido convocado para os amistosos da seleção brasileira na Ásia, mas foi liberado pela CBF para disputar a decisão.
O goleiro Dida também teve atuação de destaque.
O final do jogo foi marcado pela pressão do Sporting Cristal.
Aos 46min, após falha do goleiro Dida e confusão na pequena área brasileira, o Sporting quase fez o gol da vitória, na melhor chance da partida.
Um minuto depois, o meia Cleisson, do Cruzeiro, cometeu falta em Soto e foi expulso. Será o primeiro desfalque da equipe mineira para a decisão no Brasil.
Foi o primeiro empate do Cruzeiro nesta Libertadores. Até então, o time tinha seis vitórias e seis derrotas na competição."


Placar - Janeiro de 1997
 




27 de maio de 1997Cruzeiro 2x0 Grêmio

CRUZEIRO: Dida; Vítor, Wílson Gottardo, Célio Lúcio e Nonato (Donizete Amorim); Fabinho, Ricardinho, Cleisson e Elivélton;Palhinha (Da Silva) e Alex Mineiro.
Técnico: Paulo Autuori.

GRÊMIO: Danrlei; Arce, Mauro Galvão, Wágner e Roger; Otacílio, Luis Carlos Goiano, Emerson e João Antônio; Maurício e Carlos Miguel (Rodrigo Gral, depois Marcos Paulo)
Técnico: Evaristo de Macedo

Local: Mineirão, Belo Horizonte-MG
Público: 38.369
Renda: R$ 197.660,00
Juiz: Antônio Pereira da Silva
Cartões Amarelos: João Antônio, Roger, Vítor, Cleisson, Fabinho e Alex Mineiro.
Gols: Elivélton 45 segundos e Alex Mineiro 29 do 1º



03 de junho de 1997Grêmio 2x1 Cruzeiro

GRÊMIO: Danrlei; Arce, Luciano, Mauro Galvão e Roger; Otacílio, Luis Carlos Goiano, Emerson e João Antônio(Rodrigo Gral) ; Maurício (Marcos Paulo) e Zé Alcino
Técnico: Evaristo de Macedo

CRUZEIRO: Dida; Vítor, Wílson Gottardo, Célio Lúcio e Tico (Léo); Fabinho (Gelson Baresi, Ricardinho, Cleisson e Elivélton; Palhinha e Alex Mineiro (Da Silva)
Técnico: Paulo Autuori.

Local: Olímpico, Porto Alegre-RS
Público: 32.404
Renda: R$ 209.704,00
Juiz: Cláudio Vínicius Cerdeira
Cartão Amarelo: Arce, Fabinho, Ricardinho, Rodrigo Gral, Elivélton e Léo
Gols: Fabinho 15, Mauro Galvão 24 e Zé Alcino 28 do 2º tempo

6 comentários:

Gustavo disse...

Desta vez os dois times foram prejudicados. Lamentável.

Vicente Fonseca disse...

Bah, me revolta o estômago lembrar deste episódio. Aquela Libertadores tava nas mãos do Grêmio.

Lourenço disse...

Já disse aqui, a eliminação do Grêmio em 1997 foi uma das três vezes que chorei por futebol.

Ricardo disse...

ronaldo!!!

Esquemas táticos disse...

Olá André, tudo bem? Fiz uma análise das diversas possibilidades táticas de Cruzeiro e Grêmio para o jogo de hoje. Abraços. Marcelo Costa.

http://esquemastaticos.blogspot.com/2009/06/cruzeiro-versus-gremio-analise-tatica.html

Xandigremio disse...

Boa tarde !

Meu nome é Alexandre Iserhardt Pinto, recem hoje conheci seu blog quando procurava por alguma reportagem sobre mais uma atrocidade feita pela CBF (corja), o PODRE Zagallo, contra o nosso amado Grêmio, depois de ver a reportagem na tv do jogo RS x seleção brasileira.
A convocaçao do Paulo Nunes em 1997 para a seleção brasileira, para jogos amistosos, tirando dos jogos decisivos da libertadores 97 e ajudando para nossa eliminação, me fez pegar nojo deste bando que comanda o futebol brasileiro. Tal fato me fez torcer contra a seleção (exceção 2002 que torci pelo Felipao, Polga e Luizao).
Desculpe pelo pequeno desabafo e parabens pelo Blog e vamos sempre lutar contra tudo e todos venham contra o amado tricolor dos pampas.
Em breve voltarei para comentar sobre uma das maiores mentiras : a tal do campeao de tudo que nao ganhou tudo.