quinta-feira, setembro 06, 2007

Brasileirão - Grêmio 3 x 1 Vasco

O Grêmio saiu matando, em poucos minutos já havia chegado algumas vezes na área do Vasco. Aos 9, Eduardo Costa sofreu falta. Busto teve sua segunda opurtunidade no jogo e não desperdiçou. A bola saiu dos seus pés, ganhou altura, passou pela barreira e caiu no ângulo de Silvio Luiz: Golaço, 1x0! O Vasco saiu pro jogo, se movimentando com velocidade, aos 14 Hidalgo e Tcheco se atrapalham (pela lógica a bola era do Hidalgo) e a bola sobra para Alan Kardec chutar rasteiro no canto de Saja: 1x1! Nem deu tempo do Grêmio sentir o golpe, Tuta recebeu na entrada da área e deu um belo passe para Ramón (que não estava impedido) cortar o zagueiro e desempatar: 2x1. No restante do primeiro tempo não houve diminuição do ritmo de jogo, um dos mais corridos do ano. O Grêmio inciava a marcação adiantada, no campo do Vasco, sem ter vergonha de para o jogo quando a situação pedia.

No segundo tempo o jogo continuava parelho, o Vasco se movia com velocidade e buscava o empate. Num lance de rebote, Labarthe errou a bola e levou o segundo amarelo. O Vasco passou a tocar a bola no campo tricolor. Celso Roth trocou um zagueiro por meia, Mano, por sua vez, mexeu bem sacando Ramón e colocando Sandro. aos 18 as coisas ficaram mais iguais com a expulsão de Jorge Luiz. O Vasco sentiu a expulsão e o Grêmio tomou conta do jogo. Aos 24, Sandro lançou Tuta, que dominou entre dois zagueiros e deu o passe de calcanhar para Hidalgo, que não teve vaiadade e deu a assistência para Sandro, que com a traquilidade do Romário só empurrou pra dentro do gol. O Vasco teve a rigor mais uma chance, quando Saja mesmo saindo bem do gol foi driblado, mas o atacante vascaíno chutou para fora.

Ontem no estádio deu pra confirmar o que já se imaginava ao ver o Vasco na TV: É um time no mínimo organizado. O "retranqueiro" Celso Roth joga pra frente. É o time mais regular do campeonato e certamente vai brigar até o final pela vaga na libertadores.

Tem muita gente falando que na expulsão de Jorge Luiz houve uma inversão, que a falta foi de Tcheco. Não procede. A bola estava muito mais pro Tcheco e o vascaíno se jogou de forma que evitar o contato era impossível.

Tuta está em estado de graça, jogando solto. Eduardo Costa novamente fez uma partida mais de acordo com seu nome. Ramón foi vaiado nos alto-falantes e fez gol (vai virar rotina agora). Tcheco correu uma barbaridade ontem, pra mim foi o melhor em campo. Hidalgo, até agora, não é a porcaria que muitos colorados falavam. Não tenho mais nada pra falar sobre William, agora quem tem que falar alguma coisa é o Dunga.

fotos: Gremio.net

Grêmio 3 x 1 Vasco
Bustos 9´
Allan Kardec 14´
Ramón 16´
Tuta 69´


GRÊMIO: Saja; Bustos (Patrício 41 do 2º), William, Leo e Hidalgo; Eduardo Costa, Marcelo Labarte, Diego Souza e Tcheco (Adilson 37 do 2º); Ramon (Sandro Goiano 14 do 2º) e Tuta.
Técnico: Mano Menezes
VASCO: Sílvio Luiz; Júlio Santos, Jorge Luiz e Vilson (Leandro Bomfim 12 do 2º); Wagner Diniz, Amaral, Perdigão (Roberto Lopes 32 do 1º), Marcelinho e Rubens Júnior; Alan Kardec (Abuda 32 do 2º) e Leandro Amaral
Técnico: Celso Roth

24ª rodada - Campeonato Brasileiro 2007
Data: 5 de setembro de 2007, quarta-feira , 21h45min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Público: 19.902 (18.147 pagantes)Renda: R$ 256.050,00Árbitro: José Henrique de Carvalho (SP)
Assistentes: Ednilson Corona (Fifa-SP) e Maria Eliza Barbosa (SP)
Cartões amarelos: Jorge Luiz, Leandro Amaral, Amaral (Vasco); Marcelo Labarte e Bustos
Cartões vermelhos: Marcelo Labarte aos 10 do 2º (Grêmio); Jorge Luiz aos 18 do 2º(Vasco)
Gols: Bustos aos 9, Alan Kardec aos 14, Ramon aos 16 minutos do primeiro tempo e Sandro Goiano aos 24 minutos do segundo tempo

Um comentário:

Guillermo disse...

Bah! É fato... o que o Willian está jogando não é brincadeira. Bom pra nós que ninguém ainda notou isso, senão já tava na Europa.

Abraços e DÁ-LHE GRÊMIO!!!