domingo, março 21, 2010

Gauchão - Ypiranga 1x3 Grêmio


Silas vem repetindo sua idéia de time e conseguindo resultados positivos. A vitória do jogo de hoje certamente foi merecida. Passados os 20 minutos iniciais, que foram mais de estudos, a superioridade do Grêmio foi evidente. O Ypiranga tinha dificuldade para sair do seu campo de defesa. Victor não foi mais do que um privilegiado espectador do jogo no primeiro tempo, enquanto Marcelo Pitol salvou a equipe de Erechim em diversas oportunidades, como nos chutes de Maylson e Douglas, garantindo o placar em branco na primeira etapa.

O segundo tempo começou com o gol do time da casa. Cruzamento da direita e a bola acabou nos pés de Flávio Dias, que superou Edilson e chutou cruzado. O gol empolgou os anfitriões e afobou o time do Grêmio, que se embolava na intermediária ofensiva. Aos 20, Silas sacou o inoperante William e apostou na movimentação e criatividade de Mithyuê. Deu certo. Aos 23, Jonas sofreu a falta, se escalou para a cobrança, realizada com força, empatando o jogo. Cinco minutos depois, Maylson precisou de poucos toques para dominar o cruzamento, tirar a zaga da jogada e chutar a bola no ângulo, virando o placar. O Ypiranga não teve forças pra buscar o empate, O Grêmio criou mais chances, mas só ampliou nos acréscimos, novamente com Jonas.


William não se ajudou. Mithyuê o substituiu com vantagem. Ainda assim é compreensível a preferência de Silas por um centroavante de referência. O "problema" está no fato de William não corresponder na confiança depositada pelo treinador.

Para minha surpresa Fábio Santos apoiou mais do que Edilson. Talvez tenha sido apenas uma circunstância da partida.

No momento. Ferdinando e Adílson também seria os volantes no "meu time". Mas penso que é preciso haver uma maior definição sobre quem sai mais pro jogo e sobre quem fica. No jogo de hoje ficou faltando a chegada de homem de trás para ajudar Douglas e Maylson na criação.

Achei exagerada a expulsão de Marcelo Pitol, muito embora ele estivesse errado na sua reclamação. Aparentemente boa parte da imprensa também pensa assim. O curioso é comparar esse tratamento dispensado ao goleiro do Ypiranga com a forma que a mídia tratava o Tcheco.

Fotos: ClicRBS, Correio do Povo e UOL

Ypiranga 1 x 3 Grêmio
Flávio Dias 46'
Jonas 68'
Maylson 73'
Jonas 90+1

YPIRANGA: Marcelo Pitol; Tomas, André Luiz e Ronaldo; Aírton, Pansera, Marcelo, Michel (Diego/Giovani) e Vainer; Dinei (Sharlei) e Flávio Dias.
Técnico: Agenor Piccinin

GRÊMIO: Victor; Edilson, Mário Fernandes, Rodrigo e Fábio Santos; Ferdinando, Adilson, Maylson (Willian Magrão) e Douglas; Jonas e William (Mithyuê).
Técnico: Silas

Campeonato Gaúcho 2010 - 2º Turno - 4ª Rodada
Data: 21 de março de 2010, domingo, 17h00min
Local: Estádio Colosso da Lagoa, Erechim (RS)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima
Auxiliares: Alexandre Kleiniche e Carlos Bittencourt
Cartões amarelos: Ronaldo, Michel, Dinei, Marcelo Pitol, André Luiz (Ypiranga); Adilson, Fábio Santos, Mário Fernandes, Mithyuê (Grêmio)
Cartão vermelho: Marcelo Pitol (Ypiranga) aos 29 do 2ºtempo
Gols: Flávio Dias, a 1min do 2º tempo (Ypiranga); Jonas, aos 23min e aos 46min do 2º tempo e Maylson, aos 28min do 2º tempo (Grêmio)

12 comentários:

Miguel disse...

Gostei bastante do jogo. Aquele gol do Ypiranga nem era pra acontecer, foi uma jogada acidental... mas que tirou a tranquilidade do Grêmio até a entrada do Mithyuê(ctrl+v).

Com a volta do Borges, as coisas tendem a melhorar no ataque... fico imaginando como seria se o Mithyuê fosse a sua dupla num futuro próximo.

Pra mim, o meio campo, do jeito que tá... fechou. Mesmo com as voltas de Souza e Leandro, ninguém tira o lugar do Maylson de graça.

E, mudando um pouco de assunto... depois do jogo do outro time da cidade, entrei no clic rbs... e a manchete era que eles haviam empatado pela 4ª vez seguida. Aposta quanto que, se fosse com o Grêmio, seria "SINAL DE ALERTA! GRÊMIO NÃO VENCE NENHUMA PARTIDA A QUATRO JOGOS!"? Hahaha...

Márcio C. M. disse...

O ataque titular é Borges e Jonas, com o Mithyuê sendo a PRIMEIRA OPÇÃO. Como Borges está fora, Mithyuê tem que jogar, pelo amor de Deus, mais um Douglas Costa? Vamos nos beneficiar do talento do jogador apenas na hora da venda ou vamos ganhar jogos com ele?

Curiosidade: um blog como o teu, que é uma das referências em conteúdo relativo ao Grêmio, tem em segundo lugar a tag "Puma", nome do fornecedor de material esportivo.

Tem algo muito errado aí né? Só a direção não enxerga.

Gustavo disse...

Esse jogo de ontem foi bom para firmar algumas afirmações:
- Douglas e Maylson estão jogando muito no meio-campo, não devem sair do time
- Há tempos não vejo um atacante TÃO RUIM quanto esse William. Nem pro banco serve.
- O Mithyuê merece muito um lugar no time, mas a pergunta é: onde? Mesmo que não seja titular de cara, deveria entrar em todos os jogos.
- As poucas jogadas do Ypiranga foram principalmente pela sua direita, às costas do Fábio Santos.
- PELAMORDEDEUS, espero que o ROCAMBOLE nunca mais volte ao time.
- Também espero que o Silas não caia na bobagem de DAR lugar ao Hugo e ao Leandro, tão logo se recuperem das lesões. Em time que joga bem não se mexe.

André Kruse disse...

Miguel, eu sou meio paranoico com essas questoes, mas me parece que a imprensa ta criticando bastante sim. Senao o inter, estão fritando o Fossatti.

Gustavo, também acho que ninguém deve voltar no carteiraço.

Márcio, te confesso que eu to quase desistindo dessa história da Puma.

Miguel disse...

Tchê, também sou um tanto paranóico com isso... mas vejo uma crítica igual aos dois técnicos. Sendo que um está visívelmente melhor que o outro. Essa igualdade nas críticas não deveria existir.

Inclusive, estava ouvindo uma outra emissora de rádio de manhã(não vi qual era)... e passaram parte da coletiva do Silas. Em nenhum momento ele disse que o Mithyuê seria reserva do William como a RBS vem gritando aos quatro ventos... o que ele disse foi exatamente "...pela característica, não. Porque ele é segundo atacante, entraria no lugar do Jonas. Mas pela opção, sim... ele joga." O que faz crescer a possibilidade do guri iniciar como titular contra o Nóia.

Miguel disse...

Bah! Esqueci da piada da noite, ontem.

O Davi Coimbra está surtado, só pode... ele, na sua cruzada contra o Ferdinando, disse que o Rochemback poderia ser o centro-médio titular do Grêmio. Até o Douglas marca mais que esse malandro!

Eduardo disse...

Nada como ter um cara da funçao na lateral direita. O Fabio Santos ta fazendo por vezes a de centroavante, fechando bem pelo centro da area mesmo, algo parecido com o que o Cleber faz no Inter.

Tudo bem que o Ypiranga tava com 1 a menos, mas deu gosto ver o Gremio jogar nos minutos finais do jogo.
Mithyue e Jonas juntos tabelam no ataque. Soma-se a eles o Douglas e temos algo realmente diferencial, que pode criar algo e nao ficar naquela enrolação de chegar na meia lua da area, dar toque pra lateral e esperar cruzamento. Coisa que se fazia direto ano passado. Ate o Borges voltar não tem como tirar o guri do time.

Eduardo disse...

Confesse que nunca gostei do futebol do Jonas, mas agora eu concrdo com sua titularidade, ele esta numa fase boa e temos que aproveitar. Só nao entendo porque nao colocar o Mithyue no começo do jogo. Pramim o Grêmio deve jogar num 4-3-3 na volta de Borges, com Borges, Jonas e Mithyue.
O Edilson pode nao ser muito habilidoso, mas tem a cara de um lateral do Grêmio e o Fabio Santos tem que dar um desconto pra porque está se esforçando.

André Kruse disse...

Miguel, nao sei se ele surtou, mas ontem ele parou o programa da TVCom para contar a história de um amigo que colava as orelhas.

Eduardo, interessante esse tua idéia, mas esse time fica meio faceiro.

Miguel disse...

Sim... essa história da cola nas orelhas foi a única contribuição dele no programa, acho, que não foi nenhuma corneta.

Anônimo disse...

adilson e mailson,1° e 2° volantes,sem posição, armação douglas e mithyuê, na frente borges,quando voltar e jonas,poderia o silas até a volta do borges deixar o batoré,pois teriamos , um centro avante de area,que merece ser marcado, com jonas,mithyuê,douglas,mailson e adilson, chegando ,mais edilson e fabio santos, abertos e ora entrando como surpresas pelo meio, pode parecer faceiro, mas oque se ve por aí,a maioria dos times do gauchão tem zagueiros beirando os 40 anos, então, jogar velocidade nos caras.

Alfredo disse...

Nem o nosso gol anulado a televisão repetiu...