terça-feira, agosto 22, 2006

Jamelão Imortal

O teste de Jamelão

Pouco depois da decisão da Libertadores, quarta-feira, alguns entusiasmados torcedores do Inter decidiram festejar no bar Sujinho, local de boêmios de São Paulo. Quando chegaram lá, devidamente uniformizados, viram que no local estava o cantor Jamelão, cliente habitual e torcedor do Grêmio. Foram até a mesa e pediram para bater uma foto ao lado dele.

- Só aceito se vocês me disserem qual é a melhor música do Lupicínio Rodrigues - desafiou o cantor de 93 anos, até hoje o homem que puxa o samba da Mangueira no Carnaval.

Diante da provocação de Jamelão, os torcedores passaram a citar várias músicas. Felicidade, Vingança, Nunca, entre outras.

- Vocês erraram - respondeu Jamelão. - A melhor é Até a Pé nós Iremos - e passou a recitar o hino do Grêmio, composto por seu amigo Lupicínio em 1953, no cinquentenário do clube.

Diante da surpresa do grupo de amigos, completou a brincadeira:

- Mas tudo bem, eu vou tirar a foto com vocês.

Todos ficaram felizes.

A camisa de Jamelão
Velho amigo do compositor gaúcho Lupicínio Rodrigues, 94 anos, puxador de samba da Mangueira, boêmio assumido, o cantor Jamelão é também um velho e fiel torcedor do Grêmio, como descobriu um grupo de colorados que o procurou para bater uma foto logo depois da decisão da Libertadores (Bola Dividida de domingo). Para quem ficou em dúvida, aí está: no domingo mesmo, Jamelão foi até a casa do jornalista gaúcho Airton Gontow (E) participar de um churrasco, devidamente uniformizado. Lá, ele elogiou o desempenho do Inter na final contra o São Paulo, mas agiu como um torcedor típico - não esqueceu de brincar com a rivalidade.

Enquanto posava para a foto abaixo, ele cantarolava "já ganhamos duas, já ganhamos duas", referindo-se às Libertadores conquistadas pelo Grêmio, em 1983 e 1995.

2 comentários:

Pedro - gremista disse...

TCHÊ, no enterro do homem, me parece que tinha uma bandeira do imortal no caixão!!

Me parece, porque a reportagem fez questão de mostrar rapidinho, dando maior destaque para a bandeira da mangueira...

O triste é que eu não ouvi nenhum comentário neste sentido, mesmo tendo a bandeira no caixão...

pedro - gremista disse...

Falei merda...

ele era vascaíno... não tinha bandeira tricolor...