segunda-feira, outubro 23, 2006

Grêmio 1 x 1 São Paulo

Não deu. O grêmio pagou muito caro pelo gol tomado aos 50 segundos. Uma certa desatenção, um medo de fazer a falta e Aloísio saiu da marcação do Wellington, antecipou-se ao Evaldo e tocou pra Danilo, este ganhou facil do Alessandro e chutou pra fazer 1 x 0. Daí em diante o time e torcida se esforçaram ao máximo pra virar, mas o fôlego de ambos acabou la pelos 30mi do 2°tempo.

As melhores chances no 1° tempo foram as duas bolas na trave do Souza (apesar de uma ter se originado de uma falta). Apesar disto quem dominou e criou mais foi o Grêmio. Os chutes de Lucas, Wellington, Tcheco e Hugo levaram perigo, sem falar na bola chutado por Rômulo, que R.Ceni defendeu no susto. O Grêmio não mereceu a derrota no primeiro tempo.

André Dias fez no mínimo 5 faltas no 1°tempo, não ganhou um amarelo. Seja qual for a interpretação, Junior deveria ter sido expulso pela falta em Rafinha: Ele era o ultimo homem e havia um situação clara de gol. Isso que nem falamos do Impedimento do Rômulo.

Começou o segundo tempo e logo aos 4min Tcheco fez um otimo passe e Hugo empatou. Justiça tardia no placar. a partir dali, o gremio teve poucas chances claras de gol, teve muitos escanteios, que não foram bem utilizados (tem gente falando em uma falta no Evaldo). O time claramente cansou, e Mano mexeu com o que tinha a disposição. Não deu certo. O campeonato se foi naquele ultimo chute de Hugo que passou perto do angulo esquerdo.

Lucas mostrou que é muito mais jogador do que Mineiro. Maidana ganhou todas bolas de cabeça, principalmente do Aloísio. Sandro é inferior ao Jeovânio, mas dá gosto ver um jogador com a vontade e a raça que ele tem.



GRÊMIO: Galatto; Alessandro, Maidana, Evaldo e Wellington (Aloísio); Sandro Goiano, Lucas, Tcheco (Escalona), Rafinha (Paulo Ramos) e Hugo; Rômulo.
Técnico: Mano Menezes

SÃO PAULO: Rogério Ceni; André Dias, Fabão, Miranda e Júnior (Thiago); Mineiro, Josué, Souza e Danilo; Leandro (Lenílson) e Aloísio.
Técnico: Muricy Ramalho

Data: 22/10/06 (domingo), 16h00
Local: Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR)
Assistentes: Gilson Bento Coutinho (PR) e Rogério Carlos Rolim (PR)
Cartões amarelos: Lucas (G); Júnior e Mineiro (S)
Gols: Danilo, a 1 min do primeiro tempo, e Hugo, aos 3 min do segundo tempo
Renda: R$ 714.745,00.
Público: 47.648 pessoas.

3 comentários:

Jair Bernardes Jr. disse...

Foi um jogão, e o resultado também não seria ruim, se não fosse a grande chance do Grêmio buscar o título.
Ruim foram os resultados dos jogos com o vasco, o são caetano, o fluminense em casa. Ou a derrota ridícula pro flamengo.
Por causa desses jogos tivemos que decidir com o são paulo e nos demos mal.
Outra coisa: mais uma vez o são paulo foi beneficiado pela arbitragem. Como diria o escritor Peninha, isso é que dá o Grêmio querer disputar o campeonato lá do Brazil.
Abraços.

karenzita disse...

Pena q empatamos com os bambis, mas fazer o que né?! bj
te linkei

Márcio C. M. disse...

Não falei que seríamos operados? E nem era preciso mediunidade para saber. Se aquele lance do Jr. não é para expulsão, então o que é? Melhor que nos reabilitamos contra o Fluminense ;) Dá-lhe Grêmio!