segunda-feira, outubro 16, 2006

São Caetano 0 x 2 Grêmio

O Grêmio aproveitou a última chance que tinha pra acabar com a touca. sim porque o São Caetano vai cair e nunca mais voltar, se juntando ao Bragantino como um fenomeno passageiro no futebol brasileiro. O Grêmio jogou apenas o suficiente pra ganhar, não correu riscos. Gostei do Tcheco (jogando os 90 minutos) e do Rafinha (apesar de dois chutes fracos). Lucas não foi brilhante, mas é notável como o time muda de comportamento com ele em campo. E por incrível que pareça o 1° gol surgiu de um cruzamento do Wellington.

SÃO CAETANO: Mauro, Anderson Lima, Gustavo, Thiago, Triguinho, Daniel, Marcio, Marabá (Dinélson, 14'/2º), Élton (Cláudio, 23'/1ºt), Marcelinho (Gustavo, 27'/2º), Martin.
Técnico: Hélio dos Anjos

GRÊMIO: Galatto, Patrício, William, Evaldo, Wellington, Jeovânio (Sandro, 28'/2º), Lucas, Tcheco, Ramon (Aloísio, 26'/2º), Rafinha (Paulo Ramos, 21'/2º), Rômulo.
Técnico: Mano Menezes

Local: Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP)
Horário: 18h10min
Gols: Lucas, aos 37min, no primeiro tempo, e Rômulo, aos 31min, no segundo
Cartões amarelos: Marcelinho, Thiago, Anderson Lima (SC), Jeovânio, Patrício, William, Lucas, Wellington
Cartão Vermelho: Triguinho (SC).
Arbitragem: Paulo Henrique de Godoy Bezerra (SC), auxiliares: Alcides Pazetto e Carlos Berkenbrock

3 comentários:

Márcio C. M. disse...

Fui só eu ou o juiz tentou o jogo todo complicar para o Grêmio? O Anderson Lima bateu e reclamou o jogo todo e tomou apenas amarelo! Juntando isso com os "incidentes" com a arbitragem no jogo São Paulo x Juventude, estejamos preparados para sermos operados no domingo. Dá-lhe Grêmio!

Anônimo disse...

O São Caetano tem que ser sempre batido, é uma obrigação moral. Ah, qdo puder passar lá no meu blog, tem um texto que talvez seja de seu interesse. Abraços, Fê Rossini www.fhrossini.zip.net

André Kruse disse...

achei o juiz razoavel. ele já tinha expulsado o Triguinho, expulsar o Anderson Lima só ia estragar mais o jogo.