quinta-feira, novembro 09, 2006

Juventude 1 x 2 Grêmio


De volta ao 4-5-1, de volta as vitórias. Tcheco e Lucas voltaram a jogar bem, muita da vitória do Grêmio se explica por aí. O jogo começou nervoso, com os dois times jogando sério, chutando pro mato. Antes mesmo do jogo entrar na sua normalidade Tcheco lançou do meio de campo e achou Alessandro entrando livre entre os zagueiros, Alessandro "apenas" tocou por cima do André: 0 x 1. O Juventude foi em busca do empate, mas o Grêmio era melhor, principalmente pelo lado direito, Patrício, Lucas e Tcheco apareciam bem por ali. O Juventude voltou para o segundo tempo com 3-5-2, mas não melhorou muito. Pressionou é verdade, mas sem real perigo. O time do Ivo Wortmann insistia em bate escanteios fechados na pequena área, no mínimo não levavam fé no(s) goleiro(s) gremista(s). O Grêmio começou a sair um pouco mais pro jogo e num escanteio Antonio Carlos fez um penalti de zagueiro de pelada. Tcheco bateu com a categoria de sempre: 0 x 2. Dái em diante só se viu o Grêmio, Herrera entrou no lugar de Rômulo, e provou que é melhor quando entra no decorrer da partida. O Grêmio teve vários contra ataques para matar o jogo, em um deles Wagner Tardelli sonegou um penalti claríssimo em Ramon. Depois disso o jogo quase se complicou, "nego" Christian fez um gol numa baita cabeçada, a "papada" se animou mas o time do juventude não tinha mais forças no gramado.

Ontem deu pra ver claramente que para ter mais um jogador no ataque Mano não precisa mudar o esquema do time: Ramon jogou como segundo atacante, o que obrigou o Juventude a colocar mais uma zagueiro no intervalo. Alessandro jogando por todo meio campo, e não só pelo lado direito, foi o melhor em campo.

Não vou fazer julgamento sobre a "atitude" do Antônio Carlos, pra mim ele é um dos melhores zagueiros do campeoanto, ontem fez uma partida horrorosa. o que eu quero falar sobre aquele lance (foto abaixo) é que Lucas tem que se dar conta que daqui pra frente vai enfrentar este tipo de coisa, e não pode hipótese alguma amarelar. Ontem ele não se abalou.

Juventude 1 x 2 Grêmio

JUVENTUDE: André; Wellington, Fabrício, Antônio Carlos e Márcio Azevedo (Igor, int); Renan, Lauro, Alexandre e Fernando (Raulen, 16'/2º t); Bruno (Leandrinho, 19'/2º t) e Christian.
Técnico: Ivo Wortmann

GRÊMIO: Marcelo Grohe (Galatto, 14'/1º t); Patrício, William, Evaldo e Bruno Teles; Jeovânio, Lucas, Tcheco (Sandro,41'/2º t) Alessandro e Ramon; Rômulo (Herrera, 37'/2° t)
Técnico: Mano Menezes

Campeonato Brasileiro 2006 - 34ª rodada
Data: 08/11/2006 (quarta-feira) – 19h30min
Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul-RS
Público: 9.508
Renda: R$ 97.515,00
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (Fifa/RJ)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa/RS) e Sérgio Buttes Cordeiro Filho (RS)
Cartões Amarelos: Jeovânio, Patrício, Tcheco, Evaldo, William, Alessandro, Sandro Goiano Lauro, Antônio Carlos
Gols: Alessandro(G) aos 10 minutos do primeiro tempo; Tcheco (G) aos 27 minutos e Christian, aos 42 min do 2;º tempo.

4 comentários:

Márcio C. M. disse...

nego Christian no Grêmio pra Libertadores 2007! Tcheco é rei!

André disse...

Vamos com calma. Na euforia eu cheguei a pensar isso, mas essa foi uma das melhores partidas no Christian esse ano.

se o negão ja era malemolente em 2003 e 2004 imagina agora.

Márcio C. M. disse...

Mas peraí: Entre Rômulo e Christian "malemolente" eu prefiro o negão com diarréia e debilitado da noite!

André disse...

Rômulo jogando um pouco mais da metade do campeoanto fez 10 gols.

Christian jogando desde o inicio (pelo botafogo) fez 11 gols.