domingo, fevereiro 18, 2007

Libertadores - Cerro Porteño 0 x 1 Gremio



Nao consegui assistir a partida. Vi os melhores momentos e isso ja e muito bom. Sei do gol lucas, da lesao do Tuta e da defesa do Saja, mas o resto eu nao sei.

queria saber como foi o Teco de lateral esquerdo. queria saber como foi o meio campo com tres volantes. queria saber se por um acaso o Carlos Eduardo pipocou. Queria saber como foi a confusao com garrafadas. queria saber se a torcida gremista estve presente em bom numero. tudo isso eu queria saber.


Mas o mais importante, que foi a vitoria combinada com o empate entre Cucuta e Tolima, isso eu fiquei sabendo.



CERRO PORTEÑO: Hilário Navarro; Lorgio Alvarez, Rodrigo Costa, Fidel Amado Pérez e Jorge Nuñez; Jorge Britez (Gimenez), Edgar González, José Salcedo e Gustavo Morinigio (Godoi); Alejandro da Silva e César Ramirez.
Técnico: Gustavo Costas

GREMIO: Saja; Patrício, Schiavi, William e Teco; Edmilson, Lucas, Diego Souza, Tcheco e Carlos Eduardo (Ramon); Tuta (Douglas).
Técnico: Mano Menezes

Data: 15/02/2007 (quinta-feira) , 22h45min
Local: Estádio Olla Azulgrana, em Assunção (PAR)
Árbitro: Héctor Baldassi (ARG)
Assistentes: Pablo Lunatti (ARG) e Walter Velaz (ARG)
Cartões Amarelos: Alvarez, Morinigio (Cerro Porteño); Diego Souza (Grêmio)
Gols: Lucas Leiva aos sete minutos do segundo tempo.

3 comentários:

Anônimo disse...

sinto que voce tem um certo pessimismo em relacao ao carlos eduardo. não, ele não pipocou, deixa o kra jogah a bola dele, tenho certeza que ele ainda vai contribuir muito para o Grêmio.

Fred disse...

Numerando:

1) Teco foi bem de LE, não comprometeu, conteve o avanço do Alvarez (melhor jogador do Cerro) muito bem, só não apoiou muito. Ficou mais retido na defesa, como o Mano queria. Melhor que uma atuação mediana do Escalona.

2) Edmílson jogou bem, soube segurar o jogo ali atrás. Lucas foi perfeito, e quem defender que ele deve ser o primeiro volante, junto com Diego Souza ali atrás, está cometendo a maior heresia de todos os tempos. O guri tem que sair pra jogar! Diego Souza não mostrou tudo o que sabe, talvez pelo nervosismo do jogo, mas esboçou boas jogadas. Com o tempo, tende a melhorar.

3) Carlos Eduardo não foi bem. Prendeu demais a bola. Mostrava, no início, que daria um baile nos marcadores do Cerro. Mas foi só impressão. Ele foi muito bem contido, e quando encontrava espaços, demorava para passar e acabava perdendo a jogada. Mano tem toda a razão de dizer que ele precisa jogar mais futebol.

4) Houve muitos lances de objetos atirados no campo. A torcida do Grêmio atirou cadeiras na do Cerro, que revidou. Chegou a polícia pra conter. Alguns torcedores gremistas queriam ir pra cima, e uns 2 ou 3 torcedores pegavam esses esquentadinhos e empurravam de volta pro miolo azul. Se eu conhecesse esses caras, daria os parabéns pra eles.

No segundo tempo, o Saja foi pra goleira da esquerda, onde ficava a "hincha" do Cerro e onde os jogadores reservas foram treinar. Aí começaram as garrafadas, e o árbitro pediu pros reservas treinarem em outro lugar mais seguro. O capitão do Cerro pediu pra torcida pra se acalmar. Ficou assim até Lucas marcar o seu gol. Em certo lance, o volante se machucou e ficou se fingindo. Quando o carro-maca cruzou a linha de fundo do Saja (ali onde ficava a hincha do Cerro) Lucas pulou do carrinho como se nada tivesse acontecido, prestes a voltar pra partida. Aí a torcida do Cerro se irritou e uma garrafa voou na direção da perna esquerda dele. Lucas sentiu, caiu de novo no gramado e fingiu mais um pouco, hehe.

E finalmente, logo após a defesa do Saja, o escanteio estava pra ser cobrado, quando outra garrafa voou na cabeça de Tcheco (não sei como, mas ela chegou lá), que reclamou. O árbitro disse que, na próxima confusão, encerraria o jogo por falta de segurança. Escanteio cobrado, bola pro ataque do Grêmio, Diego Souza vai até a linha de fundo e um jogador paraguaio chuta perigosamente sua canela. Diego cai perto da bandeirinha à esquerda de Navarro e começa a gemer de dor. Garrafas são atiradas no jogador gremista, o árbitro vê, pega a bola e encerra o jogo.

5) Algumas rádios disseram que cerca de 1000 gremistas foram pra Assunção, e dava pra ouvir bem mais no rádio e na TV a torcida do Grêmio do que a torcida paraguaia. Show de bola da galera!

Parabéns pelo blog.
Abraços.

andre disse...

valeu pelas informacoes.

Talvez eu esteja um pouco pessimista em relacao ao carlos eduardo, mas se a imprensa criou um clima de "oba-oba" em cima dele que nao é bom pro guri e nem pro gremio. Torco muito pra que ele de certo.