terça-feira, março 06, 2007

Gauchão - Grêmio 1 x 0 São José - Poa


O destaque do jogo só poderia ser Danrlei. Que outro jogador no brasil tem tamanha identificação com um time e recebe esse tipo de manifestação da torcida. Os inumeros títulos conquistados pelo Danrlei ajudariam a entender isso, mas não seria a explicação. O fato é que Danrlei vestiu a camisa do gremio como poucos. Reza a lenda que na sua estreia no gremio, o técnico Cassiá teria dito " tu não é goleiro pro gremio, tu vai conseguir no máximo um brasil de pelotas". Cassiá não poderia estar mais errado, Danrlei foi goleiro pro gremio sim, e cada novo goleiro que vier a ocupar a meta tricolor vai ser, inevitavelmente, comparado com Danrlei. Da mesma forma, sempre que Danrlei defender outro time ele vai ser lembrado como o goleiro do gremio.

Disse antes aqui que tinha gostado do novo uniforme. Bem, mantenho minha opinião. Contudo vendo as imagens do jogo o fardamente me lembrou mais a Internazionale de milão. Ficou estranho. Ainda acho que a terceira camiseta deveria ser azul celeste.

Quanto ao jogo não tenho muito a dizer. Parece claro que o gremio não jogou bem, mas pelo menos a vitória foi alcançado. Acho que tem gente exigindo demais. Bom que Patrício fez um golaço. Verdade que é um jogador limitado, mas as críticas ao seu futebol são por demais exageradas. É um jogador valente e esforçado e, mesmo não sendo um primor no quesito técnica, nunca vi ele se esconder do jogo. Ele veste a camiseta. Pra mim o peitaço que deu no Djalma Beltrami diz muito.

Vou escrever aqui no blog um previsão que já vinha fazendo para amigos: O gremio será campeão da américa com um gol do patrício.


GREMIO: Saja; Patrício, Schiavi, Teco e Lúcio; Nunes (Aloísio), Lucas, Diego Souza (Itaqui), Tcheco e Ramon; Everton (Sandro Goiano).
Técnico: Mano Menezes

SÃO JOSÉ-Poa: Danrlei; Bruno, Marcelo e Glauber; Flavinho, Roni (Rafael Loregian), Pansera (Rafael Xavier), Jefferson e Marcelo Müller; Kleber e Franciel (Válter).
Técnico: Bagé

Data: 03/03/2007 (sábado)
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre-RS´
Público: 14.666 (12.862 pagantes)
Renda: R$ 121.544.,00
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: José Otávio Dias Bitencourt (RS) e Alexsander de Mendonça (RS)
Gols: Patrício (I) aos 17 minutos do segundo tempo.
Cartões Amarelos: Nunes, Sandro Goiano (Grêmio); Glauber, Júnior Negrão, Marcelo Müller (São José-PA).
Cartão Vermelho: Glauber

3 comentários:

Anônimo disse...

Tomara!

Zeh disse...

cara, se isso acontecer eu faço questão de te conhecer e te dar um fardo de cerveja.

Anônimo disse...

Patrício é a alma do Grêmio. Vamos ganhar esse campeonato com um gol dele sim! Pra calar a boca dos corneteiros.