quinta-feira, março 27, 2008

Gauchão - 15 de Novembro 1 x 4 Grêmio


Novamente um jogo decidido na primeira meia hora. Talvez fosse a fragilidade do adversário, mas o time reserva até que mostrou um certo entrosamento. Jonas fez um golaço, pegando de primeira o cruzamento de Pico e abrindo o Placar. Rudinei sofreu pênalti e Reinaldo bateu com maestria. 2x0. Pico soltou um foguete na falta da intermediária. 3x0. Jonas teve um pouco de inteligência e muito de coragem ao por a cabeça na bola e "provocar" o quarto gol. No gol de honra do 15, talvez a barreira estivesse mal colocada, talvez. Nunes estava certamente mal posicionado, atrapalhou, e dificultou a vida de Marcelo, que mesmo assim tomou um gol "defensável".


A polêmica sobre o triângulo "Grêmio-Inter-Juventude" só interessa ao Internacional. Ao menos no momento. Coloca-se o Grêmio numa situação de brigar com o bêbado e põe-se o Juventude na obrigação de vencer um clube que historicamente é muito maior que ele. Que culpa tem o Grêmio se o Inter não consegue ganhar do Juventude?

Camisa em homenagem ao aniversário de Porto Alegre
. Lembrança válida, mas esta história de camisa comemorativa já tá ficando manjada.

fotos: ClicRBS

15 de Novembro 1 x 4 Grêmio

Jonas 8´
Reinaldo (pen) 18´
Anderson Pico 21´
Jonas 22´
Maicon 33´



15 DE NOVEMBRO: Márcio Angonesi; Rafael, Lucas, Ferron e Alex Peres (Dino 25/2ºt); Dione, Edmilson, Émerson (Michel - intervalo) e Jorge Mutt; Juari (Adams - int) e Maico
Técnico: Julio Espinosa

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Felipe Mattione, Jean, William Thiego e Anderson Pico; Nunes (Rafael Carioca 33/2ºt), Rudinei, Júnior e Maylson; Jonas (André Luís 25/2ºt) e Reinaldo (Tadeu - intervalo)
Técnico: Celso Roth

Gauchão 2008 - 1ªFase - 14ª Rodada
Data: 26/03/2008, quarta-feira, 21h45min
Local: Estádio Sady Schmidt, em Campo Bom (RS)
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS)
Assistentes: Alexandre Kleinich e Carlos Selbach (ambos do RS)
Cartões Amarelos: Dione, Edmílson e Rafael (15); Jean, Júnior, Maílson e Nunes (G)
Gols: Jonas, aos 8; Reinaldo, aos 18; Anderson Pico, aos 21; e Jonas, aos 22 e Maico, aos 33 minutos do primeiro tempo.

2 comentários:

Gabriel. disse...

Você não achou exagerado os elogios ao Rudinei?

André Kruse disse...

achei sim, apesar de ele ter jogado bem