quinta-feira, abril 03, 2008

Copa do Brasil - Atlético-GO 2 x 1 Grêmio


Antes mesmo da noite começar as coisas ja iam dando errado, Reinaldo se machucou e para por 45 dias. Roth optou por Jonas no seu lugar. Esse jogador não me agrada muito, ainda mais jogando de centroavante. Mas o Grêmio iniciou a partida bem, tocando a bola no campo do adversário e até levando perigo, em chutes de Perea e Rudinei. Pico se machucou e saiu aos 14, Hidalgo entrou e entrou mal. Aos 20 minutos, a bola é rebatida pela defesa dos goianos, o Grêmio perde no alto. Nunes, já machucado, não acompanhou Anaílson que lançou Juninho na velocidade, Jean não mostrou recuperação e quando Leo partiu ja era tarde. Juninho, de bico, 1x0. Aos 33, Nunes saiu, Thiego entrou e passamos para o 3-5-2. Não deu certo, Hidalgo não consegue apoiar, Rudinei nem marcou e nem armou.

O Grêmio voltou da mesma forma que acabou o 1ºtempo, mal, devagar, errando passes, perdendo sempre a segunda bola. Aos 4 minutos o inaceitável, defesa postado e o Atlético entra pelo meio da zaga, Juninho sai na cara de Marcelo e desvia para o 2x0. As coisas só pioraram. Roger era quem mais corria, marcava, dava carrinho. Ainda teve André Luís entrando aos 14 e saindo aos 20, deixando o time com 10. O tricolor não fez uma jogada de ataque, se limitou a incontáveis escanteios mal-batidos e falta erguidas para área. No final, gol salvador, Perea, dentro da área, teve o chute frustrado, a bola sobrou dentro da área, Roger foi ligeiro e se jogou nela para diminuir. 2x1. Roger até mereceu o gol, o Grêmio não.



Jogadores como Hidalgo, Jonas, Rudinei foram nulidades completas. Jean não merece titularidade até aqui. Thiego, mal escalado, ficou sem função. Sem William Magrão o time fica sem segundo volante. Paulo Sérgio totalmente enlouquecido, tentava chutar de qualquer lugar, aparecia na ponta esquerda, enquanto Roger fazia sua cobertura.

Parece que é quase consenso que Roth errou ontem, mas vamos combinar que, atualmente, ele conta com pouquíssimas opções.

Não sei quando isso começou, talvez tenha sido com o Zetti. Falo das camisa de goleiro com o autógrafo estampado no peito. Atualmente Fábio Costa e Rogério Ceni usam. E o goleiro do Márcio do Atlético Goianiense também. O repórter da TV explicou que ele e ídolo da torcida, bate pênalti e falta (até treinou no intervalo), mas seja como for, acho bizarro.


Fotos: ClicRBS e Diário da Manhã

Atlético Goianiense 2 x 1 Grêmio
Juninho 21´
Juninho 49´
Roger 88´

ATLÉTICO: Márcio; Ari, Gílson (Roni 26'/2°T), Rafael e Juninho; Pedrinho, Lindomar (Uéslei 30'/2°T), Róbston e Anaílson (Fabinho 29'/2°T); Juninho e André Leonel (saiu machucado aos 42 do 2º)
Técnico: Zé Teodoro

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Paulo Sérgio, Leo, Jean e Pico (Hidalgo 14'/1°T); Nunes (William Thiego 33'/1°T), Eduardo Costa, Rudinei e Roger; Perea e Jonas (André Luís 14'/2°T - saiu machucado aos 20)
Técnico: Celso Roth

Copa do Brasil - segunda fase - jogo de ida
Data: 2/4/08, Quarta-feira, 21h45min
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Árbitro: Edílson Ramos da Mata (MT)
Assistentes: Renato Miguel Vieira e Nílson Alves Carrijo (ambos do DF)
Cartões amarelos: Gílson, Róbston, Ari e Juninho (A); Nunes e Rudnei (G)
Gols: Juninho, aos 21 minutos do primeiro tempo e aos 4 minutos do 2º e Roger, aos 43 minutos do segundo tempo.

Um comentário:

Leonardo M. disse...

Alguns comentãrios sobre jogadores: o Hidalgo é pior(pra não dizer bem pior) que o Pico e o Bruno, esse negocio que marca bem é mito. O Nunes em campo é um erro estratégico brutal pra não fala só da falta de bola dele, tira espaço de garotos que poderiam estar sendo lançados como Rafael carioca e Adilson. O Paulo Sergio se ta correndo eloquecido pelo campo inteiro contra a vontade do Roth tem que se demitido por justa causa senão o Roth é que tem por autoriza esse tipo de bizarrice