quinta-feira, abril 10, 2008

Copa do Brasil - Grêmio 2 (3) x 1 (4) Atlético-GO

O Grêmio foi eliminado pelo Atlético Goainiense. Um time campeão do mundo foi desclassifcado por um clube da 3ª divisão. É vexame. Fiasco. Não tem o que contestar. As coisas não vão bem e eu não tenho um diagnóstico preciso e nem uma solução pronta para melhorar.

No jogo de ontem o time começou jogando com muita vontade, conseguiu um gol cedo. Mas isso não trouxe muitas melhoras. O time seguia tendo as dificuldades de sempre. Aos 20, uma falta (mal marcada talvez). Goleiro Márcio vai pra cobrança, metade da barreira pula, outra metade não. Marcelo toma um gol defensável. A torcida continuou apoiando. O time ia pra frente. Roger era bem marcado, restava o apoio dos laterais. Hidalgo não contribuia, Paulo Sérgio ia com freqüência ao ataque, mas não raro se precipitava nos cruzamentos.

No segundo tempo, Roth adiantou Hidalgo, colocando Eduardo Costa como terceiro zagueiro pela esquerda e liberando o peruano de tarefas defensivas. O jogo acabou fluindo mais por ali, mas sem muita qualidade. Perea e Tadeu só recebiam bola de costa para o gol, cercado por zagueiros. Roger era obriga a carregar a bola desde a metade do campo, pois nenhum companheiro era capaz de encostar nele para fazer uma tabela. 0 segundo gol acabou saindo. Hidalgo bateu falta na barreira, a bola subiu, foi rebatida e Hidalgo chutou denovo, William Magrão empurrou paras as redes. Gol de chiripa, no sufoco, na raça. As coisas poderiam melhorar pro Grêmio, mas isso não aconteceu. O Atlético saiu mais pro jogo, o Grêmio cansou da correria. Uma cabeçada de Tadeu, um chute precipitado de Perea, o Grêmio até poderia ter feito mais um gol, mas a sensação que dava era de que aquele time, jogando daquele jeito, não iria muito longe na competição.

O time nunca ganha a segunda bola. Não faz uma troca de passes no ataque, não inverte o jogo, raramente rouba a bola antes do meio de campo.

Pênaltis, o Atlético foi mais competente.

Grêmio 2 x 1 Atletico Goianiense - ( Atlético 4x3 nos pênaltis)
Roger (pen) 5´
Márcio 20´
William Magrão 60´

GRÊMIO:Marcelo; Paulo Sérgio, Leo, Pereira (Jean, 19'/2°T) e Hidalgo (Jonas, 39'/2°T); Willian Magrão (Júnior, 24'/2°T), Eduardo Costa, Rafael Carioca e Roger; Perea e Tadeu
Técnico: Celso Roth

ATLÉTICO-GO: Márcio; Ari, Gilson, Rafael e Julinho; Putica, Lindomar, Robston e Anaílson (Pedrinho, 26'/2°T); Juninho (Rivaldo, 26'/2°T) e Adriano
Técnico: Zé Teodoro

Copa do Brasil 2008 - 2ªfase - jogo de volta
Data: 9/4/08 - quarta-feira - 21h45min
Local: Estádio Olímpico, Porto Alegre - RS
Público: 29.847 (27.080 pagantes)
Renda: R$ 27.1290
Arbitragem: Guilherme Cereta de Lima (SP), auxiliado por Claudemir Mafessoni (SC) e Angelo Rudimar Bechi (SC)
Cartões amarelos: Rafael, Ari, Rivaldo e Pedrinho (A-GO); Paulo Sérgio e Hidalgo (G)
Gols: Roger (G), aos cinco minutos, e Márcio (A), aos 20, no primeiro tempo. Willian Magrão (G), aos 15 minutos do segundo tempo
Pênaltis: GRÊMIO: Roger, Tadeu (perdeu)Paulo Sérgio,Eduardo Costa e Perea (Perdeu). ATLÉTICO-GO: Lindomar, Ari, Julinho e Márcio converteram

2 comentários:

Vini.cius disse...

Meu amigo, vou te falar uma coisa: se alguma coisa não for feita rapidamente, esse vai ser um ano muito sofrido; pior que os outros.

Anônimo disse...

Nem tem mais o que dizer. Tudo ja foi dito depois da elminiação do gauchão.