domingo, junho 08, 2008

Brasileirão - Grêmio 2 x 1 Fluminense


Boa atuação na vitória de ontem no Olímpico. Esquema mantido, Felipe Mattioni na direita e Reinaldo fazendo dupla com Perea no ataque. O Fluminense foi a campo com um time mais aberto, sem Arouca e com Dodô no ataque, confiando em seus homens de frente. Jogo franco e aberto, o que acabou sendo bom para o Grêmio, que com a defesa sólida não deu chance para os atacantes do Flu e teve espaço no meio campo, onde Roger comandava, e, junto com os dois alas, levava o time para o ataque. O Grêmio chegava em cruzamentos e chute de fora da área, mas nenhuma chance clara. Aos 22 Roger bateu falta, F.Henrique espalmou para escanteio. Após a cobrança, Pereirão subiu mais alto, cabeceou no canto, F.Henrique soltou nos pés de Perea que abriu o placar. 1x0. O gol deu confiança ao Grêmio, somente aos 34 minutoso Fluminense foi ameaçar, na cabeçada de Washington. No final da primeira etapa, Thiago Neves bateu falta por cima do gol.

No segundo tempo o Grêmio não caiu de produção. Aos 10 Perea aproveitou uma furada do zagueiro, entrou a drible na área e chutou de bico para fazer o segundo gol. Aos 12 Thiago Neves agrediu Felipe e foi muito bem expulso. O Grêmio não segurou a bola no ataque, Roger cansou e o Fluminense foi para cima. As mudanças do Fluminense surtiram efeito, principalmente Tartá que incomodou. Contudo chances claras não apareceram. Aos 34, Evandro Roman sorteou um pênalti, convertido por Dodô. Apesar do nervosismo, o Grêmio conseguiu conduzir a partida até o final sem correr maiores riscos.


Felipe Mattioni fez um primeiro tempo fraco, inseguro e precipitado. Melhorou muito no segundo tempo, indo a linha de fundo, cruzando, cavando faltas. Roger foi muito bem, é sabedor da sua responsabilidade, desapareceu um pouco quando cansou. Ainda está sobrecarregado na criação do time. Perea e Reinaldo formam a dupla de ataque mais interessante no momento. Os zagueiros foram eficientes na marcação dos renomados avantes do Flu. Dessa vez Leo não foi tanto para o ataque, jogou mais como "zagueiro zagueiro"

Na minha opinião foi correta a forma pela qual os alto-falantes do Olímpico anunciram o treinador Celso Roth (o nome do treinador gremista veio antes da escalação, falado rapidamente.- O técnico Celso Roth coloca em campo o goleiro Victor...). A vaia vinha sendo orquestrada durante a semana, inclusive na imprensa. Desarmou-se quem tem compromisso com a corneta.



Roman fez de todo para alcançar o empate. Entre os tantos agarrões e puxões de camisa do jogo, resolveu ele, aos 31 do segundo tempo marcar falta de Reinaldo em Dodô (Pênalti) quando os dois se seguravam. As faltinhas, o descritério nos cartões, coisas que iam tirando a paciência do torcedor que estava no Olímpico. Digo isso, por que estava lá.

Contudo, o GloboEsporte viu outro jogo:

"O árbitro Evandro Roman irritou os jogadores do Fluminense em algumas jogadas, por causa dos critérios distintos na marcação das faltas. Nas bolas divididas, o juiz normalmente apontava falta a favor dos gremistas."
Comentário: Fluminense recebeu 3 cartões amarelos, Grêmio 5.

"aos 12 minutos, Thiago Neves abriu os braços para proteger a bola e acertou o rosto de Felipe. Evandro Roman entendeu que o jogador do Fluminense agrediu propositalmente o adversário e mostrou o cartão vermelho para o meia."
Comentário: Vendo lance na TV, até a mãe do Thiago Neves veria a agressão.


fotos: Gremio.net, O Sul e ClicRBS

Grêmio 2 x 1 Fluminense
Perea 23´
Perea 54´
Dodô (pen) 77´


GRÊMIO: Victor; Léo, Felipe Mattioni (Anderson Pico 45min 2ºT), Pereira e Helder; Réver, Eduardo Costa (Amaral 34min 2ºT), Rafael Carioca e Roger; Reinaldo (Makelele 34min 2ºT) e Perea
Técnico: Celso Roth

FLUMINENSE: Fernando Henrique; Carlinhos, Thiago Silva, Luiz Alberto e Roger; Ygor (Arouca 20min 2ºT
), Cícero (Maurício 29min 2ºT), Thiago Neves e Darío Conca; Dodô e Washington (Tartá 29min 2ºT)
Técnico: Renato Gaúcho

5ª rodada- campeonato brasileiro 2008
Data: 8 de junho de 2008, domingo, 16h00min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Público :23.176 (20.896 Pagantes)
Renda: R$339.900,00
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa-PR)
Assistentes: José Pontarolo e José Dias Passos (ambos do PR)
Cartões amarelos: Eduardo Costa, Pereira, Roger, Reinaldo, Perea (Grêmio); Ygor, Luiz Alberto, Darío Conca (Flu)
Cartão vermelho: Thiago Neves (Fluminense)
Gols: Perea aos 23 minutos do primeiro tempo; Perea aos nove minutos e Dodô aos 32 minutos do segundo tempo

4 comentários:

alisson disse...

Essa imprensa vermelha...

Gabriel disse...

No Tempo Real do Globoesporte também viram errado o jogo, mas os programas esportivos do SportTV foram, no minimo, justos. Eles descordaram do Penalty e concordaram com a expulsão.

Márcio C. M. disse...

O juiz começou mto bem, deixando o jogo rolar como esporte de homem que o futebol é, mas lá pelos 20 minutos começou a apitar volei e daí pra frente só piorou.

Quanto a omitir ou mudar a ordem da aparição do nome do Celso Roth, já deveria ter sido feito no segundo jogo no Olímpico, ainda bem que eles tiveram o bom senso.

DEIXEM O HOMEM TRABALHAR! hehe

Precisamos que alguém treine faltas! Tantas oportunidades frontais não podem ser perdidas!

Quanto ao Felipe, posso estar enganado, e várias outras pessoas ao meu redor no estádio também, mas a frase mais repetida do primeiro tempo foi: "QUE GURI BEM RUIM!" É muito atrapalhado, afobado, não guardou posição, tentou bater uma falta "junto" com o Roger, tomou um cartão infantil etc.

Museu do Cinema disse...

Bom eu tb vi esse mesmo jogo, mas acho que a imprensa do sudeste assistem sempre a outros jogos, mais o problema não é esse, o problema é que a imprensa do sul não repercute o jogo, se fosse o contrário, esse Roman era manchete no outro dia dizendo que quase faz o Fluminense sofrer o empate. Não li nada a respeito na impresa gaúcha. Se esse jogo fosse no Rio apostaria meu dinheiro que ele faria o Fluminense empatar e ainda virar.