quarta-feira, dezembro 17, 2008

Dinheiro da TV



PPV "muda" ranking das torcidas

A Globo anunciou, nesta segunda-feira, os resultados da primeira pesquisa encomendada aos institutos Datafolha e Ibope sobre a preferência clubística de seus assinantes do sistema de pay-per-view. O índice, que decidirá a divisão do montante mínimo da propriedade para os próximos três Campeonatos Brasileiros, mostrou um panorama conhecido nas quatro primeiras posições da "tabela", mas uma composição inusitada nas posições subseqüentes.

Flamengo, Corinthians, São Paulo e Palmeiras, pela ordem, lideram a lista. A partir da quinta posição, porém, o ranking não segue a "lógica" das maiores torcidas do país.

O maior prejudicado é o Vasco. Apontado como o quinto clube de maior torcida no Brasil pela última pesquisa Datafolha, com 6% da preferência, a agremiação de São Januário é apenas a oitava na aferição do PPV, com 6,46% das lembranças.

A diferença está na ascensão de Grêmio, Internacional e Cruzeiro, que passaram à frente com 8,17%, 6,87% e 6,56%, respectivamente. O resultado avaliza o mau momento do Vasco, que depois de ter sido rebaixado à segunda divisão do Campeonato Brasileiro tentou evitar o corte de 50% de suas cotas de televisão (padrão no Clube dos 13), sem sucesso.

Destacado como uma das maiores ascensões, o Grêmio também ratificou o apoio que vem recebendo da torcida nos últimos anos. Na última edição do nacional, o clube do Olímpico teve a segunda melhor média de público, com 31.725 pessoas por partida.

"A gente sabe que tem uma torcida diferente. Se você pegar o Datafolha e o Ibope, nós estamos sempre bem colocados, assim como na Timemania. Desta vez ultrapassamos até o Vasco", disse César Pacheco, vice-presidente de marketing do clube gaúcho, que esteve presente na reunião do Clube dos 13 em que foram apresentados os resultados.

Líder isolado com 13,84% da preferência, o Flamengo mantém a ponta de maneira confortável, mas não tanto quanto nos tradicionais índices de torcida. Ao contrário dos seis pontos percentuais sobre o Corinthians (17% contra 12%, segundo a última pesquisa Datafolha), os cariocas tiveram de se contentar com cerca de quatro, já que os paulistas obtiveram 9,77% das lembranças.

"O Flamengo já esperava isso. Nós tínhamos a notícia de que éramos os maiores vendedores, mas como São Paulo tem mais cobertura da Globo poderia dar um resultado mais apertado, o que acabou não acontecendo", disse Márcio Braga, mandatário do clube da Gávea, que considerou o resultado melhor que o esperado.

O São Paulo, por sua vez, ratificou seu poderio econômico e se aproximou do Corinthians, com 9,21% da preferência, contra 8% da última pesquisa Datafolha sobre torcidas. Atlético-MG e Fluminense, com 5,94% e 5,55%, respectivamente, completaram a lista. (GUSTAVO FRANCESCHINI, Da Máquina do Esporte, em São PauloSEGUNDA-FEIRA, 15 DE DEZEMBRO DE 2008 - 20h32)

Confira a lista dos dez clubes mais citados na pesquisa do PPV feita pelo Ibope:

1- Flamengo - 13,84%
2- Corinthians - 9,77%
3- São Paulo - 9,21%
4- Palmeiras - 8,23%
5- Grêmio - 8,17%
6- Internacional - 6,87%
7- Cruzeiro - 6,56%
8- Vasco - 6,46%
9- Atlético-MG - 5,94%
10- Fluminense - 5,55%



Interessante estas informações trazidas nas matérias. Contudo não é informado como foi feita pesquisa (quem? quantos? quando? aonde?) .

Ainda assim os números são favoráveis ao Grêmio. Contrastantes com a divisão do dinheiro da Televisão:

Grupo 1 - R$21 milhões - Flamengo, Palmeiras, São Paulo e Vasco
Grupo 2 - R$18 milhões - Santos
Grupo 3 - R$15 milhões - Atlético/MG, Botafogo, Cruzeiro, Fluminense, Grêmio e Inter
Grupo 4 - R$11 milhões - Atlético/PR, Coritiba, Goiás, Portuguesa, Sport e Vitória.


E ainda tornam mais pertinentes os questionamentos feitos pelo Blog Grêmio Libertador em Junho.

7 comentários:

Márcio C. M. disse...

Quando tu assina o PPV eles perguntam qual o time que torce, essa é a fonte.

Vicente Fonseca disse...

Sim, esta é a fonte. Detalhe que o Santos faz parte do Grupo 2 e não aparece nem entre os 10 primeiros na pesquisa.

André Kruse disse...

Mas, por exemplo, lá em casa ninguém respondeu esta pesquisa.

Gustavo disse...

Eu respondi.
Mas acho que estão fazendo isso só recentemente.
Também teve uma promoção para assinantes que, para responder, tinha que informar o clube que torcia.

luís felipe disse...

a pesquisa tem um problema, é respondida por quem paga. Não é um problema no RS, mas nos centros mais afastados (RN, p.ex) a pessoa pode comprar o PPV para ver os jogos do seu time e também para os times da moda, ou os times dos filhos.

o ideal seria aprimorar um pouco mais essa pesquisa para ela realmente servir de base para as cotas.

Augusto disse...

nao confundam a cota de tv com a cota de ppv, são coisas diferentes.

a cota de ppv é distribuida respeitando as compras de ppv de cada torcida.

já na cota da tv (aberta) nao se pode medir pq nao há uma "compra" de cada torcida.

independente disso, é um absurdo um clube pequeno como o santos estar uma faixa acima de clubes como gremio, inter e cruzeiro.

André Kruse disse...

Augusto, acho que ninguém aqui confundiu as duas coisas.

Santos não é clube pequeno, mas é um absurdo mesmo estar em uma faixa acima. (Muito embora tenha uma explicação técnica para isso)