quinta-feira, dezembro 25, 2008

Para registro

BOTA-TEIMA - RODADA 38
postado por Mauro Beting

1. O campeão, quase sempre, tem o melhor time, e/ou a melhor comissão técnica, e/ou a melhor direção, e/ou mais dinheiro, e/ou mais poder, e/ou mais sorte, e/ou mais arbitragens favoráveis, e/ou cartolas atuantes nos bastidores, e/ou mais mídia, e/ou mais ibope, e/ou um monte de coisas.

2. No duelo São Paulo x Grêmio, em erros DETERMINANTES de arbitragem em todo o BR-08, pelos critérios do blog, o Tricolor gaúcho foi mais prejudicado que o paulista. Ponto.
Daí haver um esquema para prejudicar o Grêmio é outra história. Por mais estranho que seja todo o rolo do caso Tardelli, onde ainda o árbitro é o maior prejudicado.

3. Por rara coincidência, em números de lances capitais, não há equipes que tenham sido "ajudadas ou prejudicadas" igualmente. Ou foram mais ajudadas, ou foram mais prejudicadas. Nove equipes foram prejudicadas; 11 foram ajudadas.

4. Mas em relação aos erros 'realmente' determinantes, mais times foram prejudicados (11).

[[[[[SALDO TOTAL DEPOIS DE 38 RODADAS]]]]

[[[PREJUDICADOS]]]:

SEIS PONTOS A MENOS: Grêmio, Figueirense
CINCO PONTOS A MENOS: Botafogo, Portuguesa
TRÊS PONTOS A MENOS: Atlético-MG, Goiás
DOIS PONTOS A MENOS: Internacional, Palmeiras
UM PONTO A MENOS: Ipatinga, Náutico, Vasco
SALDO ZERADO: Flamengo, Sport

[[[BENEFICIADOS]]]:
UM PONTO A MAIS: Fluminense, Cruzeiro
DOIS PONTOS A MAIS: Atlético-PR, São Paulo
QUATRO PONTOS A MAIS: Coritiba
CINCO PONTOS A MAIS: Vitória
SEIS PONTOS A MAIS: Santos


+ + + + + + + + + + + + + + + + + + + +
(Pelo critério de lances que beneficiaram ou prejudicaram as equipes, sem considerar o placar final de cada jogo:)

"PREJUDICADOS":
Atlético-MG - beneficiado em 3 lances; atrapalhado em 9.
Ipatinga - beneficiado em 2 lances; prejudicado em 6.
Figueirense - beneficiado em 1 lance capital; prejudicado em 5 lances de partidas.
Palmeiras - beneficiado em 5 lances; atrapalhado em 9.
Goiás - beneficiado em 3 lances; atrapalhado em 5
Botafogo - beneficiado em 5 lances; atrapalhado em 7.
Vasco - beneficiado em 6 lances; atrapalhado em 8.
Grêmio - beneficiado em 6 lances; atrapalhado em 8.
Portuguesa - beneficiada em 6 lances; atrapalhada em 7.



"AJUDADOS":
Vitória - beneficiado em 8 lances; atrapalhado em 4.
Cruzeiro - beneficiado em 6 lances; atrapalhado em 2
Coritiba - beneficiado em 7 lances; atrapalhado em 4.
Atlético-PR - beneficiado em 6 lances; atrapalhado em 4.
São Paulo - beneficiado em 13 lances; atrapalhado em 11
Flamengo - beneficiado em 11 lances; atrapalhado em 9.
Inter - beneficiado em 8 lances; atrapalhado em 6.
Santos - beneficiado em 6 lances; atrapalhado em 4.
Náutico - beneficiado em 7 lances; atrapalhado em 6.
Fluminense - beneficiado em 6 lances; atrapalhado em 5.
Sport - beneficiado em 5 lances; atrapalhado em 4.
(Mauro Beting - 06/12/2008 10:07)


"O futebol brasileiro não merecia que seu campeão, legítimo e merecido campeão, levantasse seu sexto troféu cercado de tanta desconfiança sobre a lisura de sua conquista.

O São Paulo, clube da melhor estrutura, dono do mais bem montado elenco, detentor dos títutos mais importantes dos últimos anos e representante legítimo do Estado que hoje comanda o país, não merecia isso.

Não merecia festejar a coroação de uma campanha tão eficiente com um gol vergonhosamente ilegal e um dia após ter vindo a público uma estranha e promíscua relação entre clube, federação paulista e o futebol.

Sim, o futebol... e o futebol, neste caso, aqui representado por torcedores, imprensa, dirigentes, jogadores, árbitros e todos que ajudam a fazer deste esporte a maior fábrica de picaretas da sociedade moderna.

E aqui, em respeito aos que me lêem, faço um mea-culpa: como homem, como jornalista e como torcedor.

Somos todos hipócritas _ uns mais, outros menos _ a nos indignar de acordo com o que nos afeta.

Festejamos vitórias ilícitas, veneramos ídolos sem caráter, damos fama a técnicos sem moral, e conferimos poder a dirigentes sem escrúpulos. No final, invejamos a festa de quem triunfa em meio a tudo isso.

E assim caminha o futebol, e assim vamos tocando a vida.

E ainda que analisado sob esta ética caolha, onde um olho se fecha para nossa própria astúcia e o outro se abre para denunciar a esperteza alheia, o futebol é uma linda paixão.

De volta à crônica...

É preciso que a CBF não deixe que o título são paulino seja maculado por dois convites para o show da Madonna. Ou, se for o caso, que ajude a Polícia Federal e o Ministério Público a dignificarem nossa paixão.

Por último, aviso: enquanto nada for comprovado, sigo a acreditar que os erros de arbitragem são equívocos de amadores mal preparados, e que o fato de o São Paulo raramente ser prejudicado é mera coincidência." (Gilmar Ferreira - 8/12/2008 - 14:07)

"A notícia de que a CBF interceptou na manhã deste sábado um envelope com dinheiro que tinha como destinatário o árbitro Wagner Tardelli, encarregado de apitar Goiás x São Paulo joga lama no Brasileiro.

Num futebol já marcado por escândalos de arbitragem e onde a qualidade dos profissionais do apito põe sob suspeita a idoneidade de todo o sistema, a descoberta de tal envelope é um soco no estômago.

E principalmente por saber que o objetivo parecia agradar o árbitro escalado para apitar o último jogo do São Paulo, que luta pelo autêntico tricampeonato _ seu sexto título Brasileiro.

Logo o São Paulo, tido como o menos "prejudicado" pelos equívocos das arbitragens.

Logo o São Paulo, de superioridade tão questionada.

Logo o São Paulo, já comprovadamente favorecido em jogos contra Vasco e Botafogo _ só para citar dois jogos envolvendo clubes do Rio de Janeiro, há outros, assim como há outros favorecidos!" (Gilmar Ferreira - 6/12/2008 - 20:12)


Obviamente que o registro não fará a menor importância. Fica aí para quem quiser ler. Deixo o trecho do livro "Como o futebol explica o mundo" de Franklin Foer, onde aborda a questão da arbitragem e a pressão da imprensa no futebol italiano:

5 comentários:

Anônimo disse...

Sei que não tem nada a ver com o assunto, mas por favor DIVULGUE amigo André, vamos lutar pelo NOSSO Grêmio.


http://issuu.com/henrigos/docs/olimpico2?mode=embed&documentId=081217011001-0721d11a0618433b9f0a043ad0bc637f&layout=grey

Minwer disse...

Uma pena que vai ficar por isso mesmo. Mas não dá pra desconsiderar que nós não nos ajudamos empatando com o Figueirense em casa e perdendo pra Portuguesa e Vitória fora.

Sobre o livro, é muito bom. Recomendo o Futebol e Guerra.

Saudações tricolores.

André Kruse disse...

Já li Futebol e Guerra também, bela dica.

Concordo contigo, o Grêmio não se ajudou muito, mas costumo não misturar as coisas.

São Paulo empatou em casa com Ipatinga e Coritiba e nem por isso foi tão prejudicado pela arbitragem.

charles disse...

bruno. eu li o mesmo livro nas ferias e iria comentar sobre isso e relacao com o sao paulo. é de se pensar serio sobre o condicionamento.
forte abraço. charle hansen (gremiocopero.com)

brunosb5 disse...

Avisa pro Minwer que o empate com o Figueirense não foi derrota graças ao árbitro que anotou uma falta de 2 toques dentro da área que não existiu, inclusive esses pontos tirados do Figueirense fizeram com que ele caisse de divisão.