sexta-feira, dezembro 12, 2008

Roth renova

Mas por quanto?


Zero Hora
"Quando o empresário Jorge Machado deixou a sala do departamento jurídico do Estádio Olímpico, ontem, por volta das 17h30min, estavam encerradas mais de sete horas de reunião. Nela, ficou definida a renovação de contrato do técnico Celso Roth até dezembro de 2009. Passou de um salário de R$ 150 mil para R$ 220 mil. Um aumento de 46,67%.

Roth pediu alto para permanecer no vestiário do Olímpico: cerca de R$ 300 mil mensais, embora Machado negue. Espantou a direção. A contraproposta, entre idas e vindas, chegou a R$ 220 mil. Machado e Roth analisaram a oferta e, ontem, decidiram aceitá-la.

Contratado em fevereiro por R$ 100 mil, em agosto o técnico obteve 50% de aumento por conta da boa campanha no Brasileirão." (Leandro Behs - Zero Hora - 12/12/08)


Correio do Povo

"Ainda que de forma pública nenhum dos lados envolvidos na negociação revele, os números para a renovação foram aqueles estabelecidos pelo Grêmio, que ofereceu a Roth um reajuste salarial de 30%. A expectativa inicial do técnico era um aumento na casa de 100%, o que desde o início esteve fora de cogitação para a direção. 'Nunca fizemos uma proposta', assegura Jorge Machado, encarregado pelo treinador das negociações com o Grêmio. O empresário nega que os valores divulgados na imprensa nessa semana estejam próximos daqueles ofertados pelo Grêmio. O presidente eleito do clube, Duda Kroeff, no entanto, admite que as quantias estão bem próximas daquelas divulgadas pela mídia." (Carlos Corrêa - Correio do Povo - 12/12/08)

Vidarte Repórter
"Roth aceitou baixar a sua pedida inicial de R$ 300 mil por mês para a "irrisória" quantia de R$ 250 mil mensais. Há também uma premiação prevista de acordo com as conquistas da equipe em 2009.

Se o Grêmio ganhar o estadual, o prêmio é de R$ 500 mil. Conquistando a Libertadores a grana-extra passa para R$ 1 milhão, e se vencer o campeonato brasileiro, o prêmio previsto no contrato de Roth é de R$ 750 mil." (Ricardo Vidarte - FinalSports 12/12/08)


Terra
"Roth, que após o vice-campeonato brasileiro havia pedido R$ 300 mil de salário, entrou em acordo com os dirigentes tricolores e vai receber R$ 200 mil de salário" (Alexandre Praetzel - Terra 11/12/08)


3 comentários:

Gustavo disse...

Muito chute. O jornalismo esportivo gaúcho é lamentável, mesmo.

Rodolfo disse...

1º)Sim... eles querem adivinhar mesmo (os jornalistas). É foda!
Como o Gustavo disse, o jornalismo esportivo gaúcho é lamentável. Ora dizem que é um valor, ora outro, mas ninguém confirma.
2º)Esse Roth tá se achando einh! (mesmo não tendo confirmação dos salários)
E mais um vez: parabéns pelo blog.

Gabriel disse...

É claro que eu to torcendo pro Roth, mas caso de alguma coisa e ele seja demitido...To preocupado com o valor da rescisão unilateral.