quarta-feira, julho 16, 2008

Brasileirão - Sport 2 x 2 Grêmio


Duas equipes no 3-5-2. Primeiro tempo de lateral batendo contra lateral no péssimo gramado da Ilha do Retiro. Grêmio esperava e tentava sair no contra ataque em bolas longas. O Sport tentava trocar passes no ataque, mas insistia em bola alçadas a área. Merecedor de registro, apenas um passe de André Luís para Marcel, que a arbitragem marcou um impedimento inexistente.

Segundo tempo o jogo melhorou um pouco. Logo aos 7, Marcel deixa a bola passar, Willian Magrão, vindo de trás, domina, corta o zagueiro e bate cruzado da entrada da área. Belo gol. Contudo o Grêmio pouco fez para admistrar a vantagem. O Sport foi para cima. Ameaçava em bolas paradas. Aos 15 minutos, um jogador do Sport chuta a bola contra o braço de Tcheco. Paulo César de Oliveira faz o sinal de dar sequência ao lance mas segundos depois mudou de idéia e marcou a falta. Fumagalli cobrou e Durval cabeceou sem pular para fazer o gol de empate. Falha de Pereira, preocupado em agarrar o adversário, poderia ter cabeceado facilmente. Rodrigo Mendes, que já estava aquecendo, entrou no lugar de André Luís. Aos 17, cruzamento de Paulo Sérgio, Marcel pula na meia lua, mata no peito, na raça e na insistência chega até a linha de fundo e cruza, Mendes, de cabeça, antecipa Magrão e faz o 2x1. Aos 21, escanteio batido por Tcheco, Pereira cabeceia para o chão e Magrão faz uma defesa milagrosa. Mas, novamente o Grêmio não soube segurar a vantagem. Não valorizou a posse de bola, não segurou a bola na frente, não esfriou o jogo. Fez, isso sim, várias faltas. Algumas desnecessárias, outras marcadas com demasiado rigor pelo Juiz. Aos 37 Fumagalli levanta na área, a bola desvia (em Durval? em Pereira? nos dois?) e entra no canto. Mais uma vez, pouco fez o Grêmio para guardar o ponto que ainda levava para a casa. Escanteio, cabeçada de Durval, por sorte a bola caí para Sandro Goiano, que de virada chuta por cima. Aos 47, erro de passe no meio campo, Joelson é lançado, dribla Victor e é traído pelo "gramado" da Ilha. Chute para o alto.


Antes do jogo, todos concordavam que o empate seria um bom resultado.
Depois, a sensação foi de que deixou-se escapar uma boa opurtunidade de obter mais um vitória fora de casa.

Não gostei de Tcheco. Errou algumas bolas paradas e não se fez presente quando o time precisava trocar passes para administrar a vantagem.

Helder voltou a ter uma atuação satisfatória.

Apesar de não fazer de não ter feito gols, acho que Marcel teve uma atuação superior ao jogo passado.

Pereira muito mal. levou um "baile" do Durval.

Por que um zagueiro (Gabriel) do Sport vestia a camisa 10?

Fotos: ClicRBS e Terra


Sport Recife 2 x 2 Grêmio
58´William Magrão
60´ Durval
62´Rodrigo Mendes
82 ´ Fumagalli


SPORT: Magrão, Gabriel (Luciano Henrique), Igor e Durval; Diogo, Daniel Paulista, Sandro Goiano e Fumagalli, Dutra; Carlinhos Bala e Leandro Machado (Enilton) (Joélson).
Técnico: Nelsinho Baptista.

GRÊMIO: Victor, Léo, Pereira e Rever (Thiego); Paulo Sérgio, Willian Magrão, Rafael Carioca, Tcheco e Helder (Anderson Pico); André Luís (Rodrigo Mendes) e Marcel.
Técnico: Celso Roth.

12ª Rodada - Campeonato Brasileiro 2008
Data: 16/07/2008, quarta-feira, 19h30min
Local: Ilha do Retiro, Recife-PE
Público: 24.625
Renda: R$ 142.140,00
Árbitro: Paulo César de Oliveira (Fifa/SP).
Auxiliares: Milton Otaviano dos Santos/RN (FIFA) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP).
Cartões amarelos: Gabriel, Durval, Dutra (S); Helder, Marcel, Victor, R.Mendes, Thiego (G).
Gols: Willian Magrão, aos sete, Durval, aos 15 minutos, Rodrigo Mendes, aos 18, Durval, aos 37 minutos do segundo tempo


4 comentários:

Vicente Fonseca disse...

Essa do zagueiro usar 10 é dose mesmo. Fora que esse cara não joga nada, se é quem eu tô pensando (aquele ex-Fluminense).

Achei que o Hélder não comprometeu, mas erra muitos passes na frente. Entretanto, ainda vejo-o como mais confiável que o Anderson Pico.

Márcio C. M. disse...

Está todo mundo anestesiado pelas defesas EMBAIXO dos postes do Victor? Ninguém percebeu que ele não sai do gol?

Gostei mais do time ontem do que contra Portuguesa, no entanto o resultado ontem foi terrível, dada a ordem e circunstância que as coisas aconteceram. Se tivéssemos ganho ontem, um empate contra o "forte" Cruzeiro não seria o desastre que vai ser, caso acontecer.

Gabriel disse...

O Grêmio se deu bem no confronto contra o Cruzeiro. Fabricio e Ramires estão suspensos e, parece, que Wagner não vai jogar por lesão.

O Grêmio jogou muito melhor que o Cruzeiro contra o Sport ( que perdeu por 1x0) e praticamente no mesmo nivel que o Flamengo jogou contra o Sport na ilha ( venceu por 2x1). O Grêmio ta saindo na frente fora de casa, mas não aguenta a pressão e acaba entregando pontos preciosos, foi assim contra o Santos e Sport.

Márcio C. M. disse...

^^^ nunca vi um time do Grêmio que não fosse assim. Faz um gol fora de casa se "enxiqueira", como diz meu Pai.