domingo, setembro 21, 2008

Brasileirão - Atlético-PR 0 x 0 Grêmio


Jogo duro em Curitba. Atlético Paranaense mais uma vez dando ao enfrentar o Grêmio. A torcida do furacão aparentemente foi ao jogo para xingar e Tcheco e reclamar e chiar em qualquer lance mais ríspido. O juiz parecia querer bater o recorde de faltas marcadas em um só jogo, qualquer bola retomada pelos gremistas era seguida por um apito do árbitro.

Boa parte da Arena da Baixada está virada num canteiro de obras. O gramado estava péssimo. Na defesa ninguém se arriscava. Ainda assim o Grêmio levava vantagem e tinha o domínio da bola no meio campo, por vezes faltava aproximação entre os jogadores, e também faltava a passagem dos alas. Foi o tricolor que teve as melhores chances, destaque para o chute de Perea que Galatto fez ótima defesa.

O segundo tempo também foi de domínio gremista, muito embora o Atlético tenha ameaçado em bolas cruzada na área. Mas o Grêmio jogava com mais naturalidade, e conseguia impor seu jogo, o gol não saiu em parte pelas boas defesas de Galatto (ou até pela orelha do zagueiro paranaense)

Além de Galatto, outro responsável pelo 0x0 foi o Juiz. Aos 42, Tcheco lançou Soares, o jogador Zé Antônio deu o carrinho com a única intenção de fazer a falta. Passou "por cima" das pernas e aí sim tocou a bola, o que foi mera casualidade do carrinho faltoso dado por ele.  Qualquer juiz em sã consciência marcaria o pênalti e mostraria o cartão vermelho para o jogador atleticano. A circular da comissão de arbitragem da CBF é claríssima em relação a isso. Fica realmente difícil não ficar "paranóico" com a decisão tomada por Alício Pena Júnior.


Excelente jornada de Rafael Carioca. Anulou Ferreira e ainda conseguiu sair pro jogo.

Bom retorno de Perea. Realmente é notável a sua marcação na saída de bola.

Orteman entrou bem, mas ainda prefiro William Magrão.

Novamente foi muito pequena a contribuição (ofensiva principalmente) dos laterais.

Acho que foi válida a tentativa de Souza pela esquerda, mas claramente não funcionou.


Fotos: Terra e ClicRBS

Atlético Paranaense 0 x 0 Grêmio

ATLÉTICO-PR: Galatto, Danilo, Rhodolfo e Antônio Carlos; Alberto, Chico, Alan Bahia (Márcio Azevedo, 39'/ºT), Ferreira e Netinho; Júlio César (Pedro Oldoni, 20'/2ºT) e Rafael Moura (Zé Antônio, 29'/2ºT).
Técnico: Geninho.

GRÊMIO: Victor; Leo, Jean e Réver; Paulo Sérgio, Rafael Carioca, Orteman, Tcheco e Anderson Pico (Souza, 22'2ºT); Perea (Soares, 41'/2ºT) e Marcel (Morales, 36'/2ºT).
Técnico: Celso Roth
26ª Rodada - Campeonato Brasileiro 2008Data: 21 de setembro de 2008, domingo, 16h00min
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR).
Público pagante: 20.052.
Renda:
R$ 328.185,00.
Árbitro: Alicio Pena Junior (Fifa MG).
Auxiliares: Jair Albano Felix (MG) e Rodrigo Otávio Baeta (MG).
Cartões amarelos: Antônio Carlos, Rafael Moura e Ferreira (Atlético-PR); Anderson Pico, Orteman, Paulo Sérgio e Réver (Grêmio).

10 comentários:

Leonardo M. disse...

A questão dos alas como ja comentei aki eh fundamental pra o time voltar a render. Por mim continuo insistindo com o Pico, pq ele pode voltar a engatar uma serie de partidas boas como fez quando entrou no time da 1º vez. Na direita axo q tah mais do que na hora de dar uma chance pro Mattioni, o Roth ja deu mais chances pra quase todos os jogadores do elenco, o guri so entra msm quando o P. Sergio não pode jogar. Me dei ao trabalho de repar na quantidade de vezes que uma jogada parou em um dos alas e invariavelmente ela acabava nos pes de um dos dois. Se quizer sermos campeãos algo tera que ser feito sobre isso.

Leonardo M. disse...

A questão dos alas como ja comentei aki eh fundamental pra o time voltar a render. Por mim continuo insistindo com o Pico, pq ele pode voltar a engatar uma serie de partidas boas como fez quando entrou no time da 1º vez. Na direita axo q tah mais do que na hora de dar uma chance pro Mattioni, o Roth ja deu mais chances pra quase todos os jogadores do elenco, o guri so entra msm quando o P. Sergio não pode jogar. Me dei ao trabalho de repar na quantidade de vezes que uma jogada parou em um dos alas e invariavelmente ela acabava nos pes de um dos dois. Se quizer sermos campeãos algo tera que ser feito sobre isso.

Gabriel disse...

O Pico tava tão ruim, que o Paulo Sergio aparecia na esquerda cobrir o seu setor. O Pico deve esquecer essa jornada e tentar melhorar, porque se não jogar bem no Grenal, dificilmente volta a ser títular.

Segundo jogo que o Grêmio é prejudicado pela arbitragem, segundo jogo que o Palmeiras recebe uma ajuda do juiz (Cruzeiro e Vasco)... é dificil não lembrar 05.

Agora é ganhar o Grenal para espantar a "crise" de uma vez por todas.

luís felipe disse...

Alício Pena Jr. é o mesmo que validou o gol de Perea em claríssimo impedimento em Grêmio 1x0 SPFC?

André Kruse disse...

Gabriel e Leonardo, concordo muito com vocês, os alas podem e devem dar uma maior contribuição para equipe.

Luís Felipe, tu fazes uma pergunta para a qual tu já sabe a resposta.

Mas me fazendo de louco, sim foi ele. Ou melhor, quem não marcou foi o bandeirinha Cleriston Rios (SE).

Da mesma forma que foi um bandeirinha que salvou ele no lance do renan no grenal do 1º turno.Alessandro Alvaro Rocha de Matos(Fifa/BA), que ainda validou gol ilegal de Nilmar e anulou gol legítimo de Perea, tudo no mesmo jogo.

André Kruse disse...

corrigindo, gol de indio em impedimento do Nilmar

Gustavo disse...

Uma pena o Felipe Mattione não ser ala esquerdo. Não que o Paulo Sérgio seja um primor técnico, mas tem dado uma resposta mais positiva do que o Pico e o Hélder, na esquerda. E o Mattione já mostrou que será um excelente jogador.

No mais, lamentável a queda de rendimento do Grêmio no returno (há quem diga que isso é ilusão de secadores amargos). Agora tem que jogar o Grenal pra ganhar.

Gustavo disse...

André, já corrigi teu sobrenome no meu blog. Desculpa pela gafe... :(

Gabriel disse...

Não ta dando pra aguentar essa história "Tricolor em queda livre", e pior, é que está em todos os sites.

O Grêmio não ganhou o jogo contra o Atl-pr por detalhes do futebol, a partida contra o Goias não foi horrível, o momento está melhorando e essa queda já era esperada ( 5 jogos fora de casa).

Se o Grêmio ganhar o Grenal volta a lutar forte pelo título e vai ter 4 jogos no Olimpico, 1 fora contra a Portuguesa.

Perder o Grenal, matemáticamente não é ruim, mas eu tenho certeza que vão aparecer uma avalanche de criticas no time, o que prejudicaria o rendimento.

Anônimo disse...

Mudou. Agora é "Tricolor na berlinda". Que drama.