segunda-feira, fevereiro 23, 2009

Ainda Calendário

A Zero Hora de sábado fez uma reportagem sobre as queixas de Celso Roth sobre a maratona de jogos que o Grêmio terá pela frente.

Quem leu este blog recentemente não se surpreenderá com o as informações trazidas na matéria. Única novidade é a revelação de que o representante do Grêmio na reunião da federação foi César Pacheco. A sua justificativa para a anuência com a tabela é mesmo aquela que já tinha sido cogitada aqui no blog:

"A reunião a que Roth se refere ocorreu no Hotel Sheraton, em Montevidéu, em 23 de novembro. Como a equipe enfrentava o Vitória no Barradão e lutava pela liderança do Brasileirão, coube ao vice de marketing, César Pacheco, representar o clube. Pacheco votou a favor da tabela, aprovada por unanimidade. Alega que, caso se posicionasse contra, seria voto vencido. E garante garante ter questionado o calendário.

Aprovei porque não poderia apresentar aos demais clubes uma tabela direcionada ao Grêmio. Seria voto vencido facilmente. Além do mais, naquele momento não estávamos garantidos na Libertadores – justificou Pacheco." (Zero Hora, 21/02/2009)

4 comentários:

Gabriel disse...

Olha, eu já sabia que era o Cesar Pacheco, eu acho que escutei ainformação na Band.

Gustavo disse...

Pior justificativa de todos os tempos, essa do Pacheco.

Anônimo disse...

Como é burro esse Pacheco.

André Kruse disse...

Gabriel, eu não sabia disso da Band. Só fiz questão de dizer que em relação a matéria da ZH a única coisa que eu ainda não tinha posto no blog o nome do Pacheco.

Por pior que seja, é verdade isto que o Pacheco falou, de ser voto vencido.

Em termos práticos não faria diferença, mas ele deveria ter votado contra, até para ter mais legitimidade para reclamar depois