segunda-feira, fevereiro 09, 2009

Gauchão - Grêmio 1 x 2 Internacional


Grenal em no colosso da lagoa, Grêmio foi de 3-6-1 e no Inter Tite escalou Taison e postou o time num 4-2-3-1.

Grêmio começou jogando no campo do ataque, primeira chance foi num chute Alex Mineiro para fácil defesa de Lauro. Aos 3 minutos falta na intermediária para o Inter cobrar, D´alessandro levanta na área, a bola chegaria nos braços de Victor não fosse a falha de posicionamento/falta de comunicação/erro individual no qual William Magrão cabeceou para trás a abriu o placar para o colorado.

O gol cedo era o ideal para o time escalado por tite, leve e rápido para jogar no contra-ataque. Mas o jogo passou a ser favorável ao Grêmio, principalmente pelo lado esquerdo, com Souza e Fábio Santos,. O Tricolor empilhou oportunidades. 3 chutes de Fábio Santos, 1 de Rafael Marques, 1 de Souza, 1 de William Magrão, 1 bola que Ruy não alcançou. Em duas dessas chances, Lauro fez grandes defesas. O Inter só voltou a ameçar em um chute de longa distância de Magrão, que Victor fez firme defesa. Enfim, o primeiro tempo foi de domínio tricolor, mas placar colorado.

Tite tentou retomar seu meio campo com a entrada de Andrézinho no intervalo (saiu Alex). Aos 3 minutos, em um erro da zaga gremista, D´alessandro deixou Nilmar pifado na cara do gol, o avante colorado teve duas chances para marcar, mas Victor salvou as duas. Roth mexeu, tirou Diogo e colocou Jonas. A equipe retomou a boa produção do primeiro tempo. Aos Fábio Santos teve sua quarta chance no jogo, dessa vez parou na trave. Aos 16, Índio foi proteger a bola que saiá em tiro de meta, o zagueiro bobeou e Ruy roubou a bola e serviu Jonas, que na hora certa e no local certo, só teve o trabalho de empurrar para as redes. Aos 19, Andrézinho tabelou com Nilmar e chutou para bela defesa de Victor. Após o gol e o susto, o Grêmio seguia melhor, mas as duas equipes sentiam o cansaço. O Grêmio tinha a iniciativa do ataque, mas não soube valorizar a posse de bola. Aos 37 falta para o Grêmio, time posicionado dentro da área para o cabeceio. Souza bate rasteiro e mal, Taison puxa o contra-ataque, Réver (já amarelado) não faz a falta, a bola chega em Nilmar e que acerta um belo chute a define o placar.


Complicado falar em injustiça em futebol. Grêmio jogou melhor e produziu bem mais. Mas Rinus Michels já disse que o aproveitamento das chances criadas é um fator determinante no futebol.

Perder sempre é ruim. Grenal então, nem se fala. Mas esta derrota não deve ser tão preocupante. O time atuou bem. Perdeu por erros pontuais, que são de mais fácil correção.


Por favor, não quero mais ler/ouvir sobre "o último homem". (leiam este artigo que explica bem a situação). Nilmar estava na intermedíaria e deu um drible para "fora" em direção a lateral. Lance de cartão amarelo.

Gol anulado do Jonas foi brincadeira. Gostei da manifestação do Duda Kroeff. Claro que tem que ser entendida muito mais como um desabafo do que como um ameaça concreta. Mas não é possível aturar o que vem acontecendo no gauchão ninguém aqui está fazendo conta (quarto erro grave em cinco jogos). Além do mais, nada explica a continuidade de Simon, com seus sucessivos erros e suas explicações estpafúrdias. A de hoje foi uma verdadeira afronta a inteligência de qualquer ser humano.

A declaração de Taison só tem duas classificações possíveis Se for mentira o que disse , a declaração é lamentável. Se for verdade, é hipócrita. Tipo da coisa que faz a gente torcer contra o jogador.


Taticamente o time do Grêmio segue tendo um problema. A indefinição em relação a cabeça-de-área. Escalar Diogo? Escalar W.Magrão? Escalar os dois no 3-6-1? No 4-4-2?

Jonas está pedindo passagem.

Mais uma bela atuação de Souza.

Tivesse acertado um de seus chutes Fábio Santos teria se consagrado.

Se o mando de campo era do Grêmio, por que o Inter ficou com o reservado do time da casa?

Foi realmente bonito ver o estádio dividido ao meio. Legal que este grenal tenha essa marca.: Ao volta do grenal meio-a-meio (será que algum dia realmente foi assim?). Mas também poderia ter sido esta a volta do Grenal transmitido na tv aberta, a volta do grenal no domingo as 4 da tarde, mas nao foi. Aí são outros os interesses.


Fotos: Grêmio.net, Zero Hora e Internacional

Grêmio 1 x 2 Internacional

GRÊMIO: Victor; Léo, Réver e Rafael Marques; Ruy, Diogo (Jonas, 7'/2º), Willian Magrão (Adilson, 15'/2º), Theco, Souza e Fábio Santos; Alex Mineiro (Reinaldo, 41'/2º)
Técnico: Celso Roth

INTER:Lauro; Danilo Silva, Índio, Álvaro e Marcão; Magrão, Guiñazu, Taison, D'Alessandro (Kleber, 26'/2º); Alex (Andrezinho, int.) e Nilmar (Danny, 41'/2º)
Técnico: Tite

Gauchão - 1º Turno - 6ª Rodada
Data: 8/02/2009, Domingo, 19h10min
Local: Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim.
Público: 21055 pagantes
Renda: R$ 1.005.120,00
Arbitragem: Carlos Simon (Fifa), auxiliado por Marcelo Barison e Paulo Ricardo Conceição.
Cartões amarelos: Diogo, Réver, Willian Magrão, Adilson (G); D'Alessandro, Marcão (I)
Gols: D'Alessandro (I), aos 3min do primeiro tempo. Jonas (G), aos 16min, e Nilmar (I), 37min, da segunda etapa.

16 comentários:

Sancho disse...

Não chegou a ser bem assim, Kruse. O que se dividia ao meio era a parte não-social. Ficava 3x1 para o time da casa, mas na TV a sensação era de meio-a-meio.

zanuz disse...

Uma proporção de 70/30 já seria perfeita.

Fiquei com o sentimento amargo de frustração, por jogar melhor e perder. Acredito que o Grêmio foi imprudente no segundo gol do Inter, ao deixar somente dois homens na sobra, conhecendo a velocidade impressionante da dupla Taisson/Nilmar.

O gol anulado foi F***. Desanimador.

Eu sinceramente não acho que o Simon tenha prejudicado o Grêmio, ontem. O erro do gol anulado foi do bandeira. Mas ele não devia ter defendido ridiculamente o colega dele, como o fez. Corporativismo idiota.

Não gostei da manifestação do Duda.

A classificação em primeiro lugar no grupo agora se tornou praticamente impossível. Não duvidaria de uma derrota colorada contra o Ypiranga para sacramentar esse fato.

André Kruse disse...

Sancho, quem era o time da casa?

Justamente por essa questão das sociais é que eu duvidei que em algum momento existiu um grenal 50/50.

Gustavo o corporativismo do Simon dá resultados. A "desculpa" dele foi tão ou mais revoltante do que o erro em si.

Apenas li a declaração do Duda. Talvez ouvindo minha sensação fosse outra. Mas alguém do Grêmio tinha que reclamar. Terceiro jogo em 5 que o Grêmio é prejudicado. Sem falar na tabela.

Douglas Habibe disse...

André, ainda sobre o doping do Mario sergio, não sei se deixei claro: a Placar fez uma reportagem com uma fonte do Internacional (que seria o Dunga), que confirmou que o Vesgo, na sua passagem pelo Colorado, obrigou os atletas mais novos a usarem bolinha antes de um jogo contra o Fla. Parace que isso foi uma constante na carreira de Mario Sergio.

Sancho disse...

André,

Não me referi a ontem, mas como era no Olímpico e no Beira-Rio há pouco tempo atrás. Ontem, foi 50-50, como tinha sido em Bento Gonçalves em 2004.

Sancho disse...

O que importa é classificar. Precisamos de cinco pontos em nove para isso. Capaz de precisar menos. Se ganharmos do Juventude, e não tem porque deixar de enfiar uma sacola, beliscamos a vaga.

Nas finais, é outro campeonato. Se classificarmos em 4º, pegamos os vermelhos de novo. Num clássico que realmente vale e que podemos vencer! Se terminarmos em 3º, voltaremos, provavelmente, a Novo Hamburgo (que vai a Canoas e recebe o Sapucaiense).

Penso, sinceramente, que o correto seria jogar com os reservas (ou misto) contra o Avenida e o Brasil. Não aquele time de Veranópolis, por certo. Dá para se fazer uma equipe melhor com nossos suplentes.

zanuz disse...

Sim, mas se nos classificarmos em segundo, pegaríamos o Inter só na final, mas no Beira-rio.

O Grêmio seria o mandante do jogo de ontem. Acredito que a Federação tenha decidido por mandar o jogo no interior para que o Inter não reclamasse que o único Grenal da fase classificatória fosse mandado pelo Grêmio.

Com isso, o Grêmio jogou TRÊS jogos seguidos fora de casa.

Sancho disse...

mas se nos classificarmos em segundo, pegaríamos o Inter só na final, mas no Beira-rio

Não, Gustavo. Isso só ocorreria nos classificássemos em 1º ou 3º. Em 2º, o cruzamento seria na semifinal.

Vicente Fonseca disse...

Outra: dos cinco jogos até aqui, o Grêmio só atuou em UM no Olímpico. Aí está o maior absurdo desta tabela.

André Kruse disse...

A tabela foi feita para o Grêmio não conseguir ter vantagens.

No segundo turno Grêmio terá mais jogos em casa (eu imagino) mas estará envolvido com a libertadores.

Sancho disse...

Não terá. O Grêmio terá os mesmos 3 jogos no Olímpico e os mesmos 4 fora. É o Inter quem terá mais jogos em casa: quatro.

Enquanto o Grêmio fará seis partidas em casa no total, o Internacional jogará OITO. Tudo isso porque o imbecil que organiza a tabela na FGF esqueceu-se de um princípio básico de que o mando do clássico em turno único deve ser do time que mandasse mais partidas.

Exemplo: São 14 clubes fora Grêmio e Internmacional, certo? Organiza-se o campeonato de forma que aqueles que recebem o Grêmio vão ao Beira-Rio e aqueles que recebem o Internacional vão ao Olímpico. Assim, cada time teria sete partidas em casa e sete fora. Com o clássico em campo neutro, ninguém seria prejudicado.

Não é que os estúpidos conseguiram organizar de um jeito que o Grêmio, com o clássico, teria mando de SETE partidas e ainda nos fizeram jogar em campo neutro?!

Maravilha...

Lourenço disse...

Vicente, não dá para esquecer que o jogo contra o Brasil seria na terceira rodada, no Olímpico, e foi adiado. Esse negócio de 1 jogo em casa de 5 não dá.

André Kruse disse...

Então Seriam 2 em 6 Lourenço. Um absurdo mesmo assim.

Não consigo acreditar que tudo isso se deve somente a incompetencia de quem fez a tabela.

Lourenço disse...

Eu acho que o erro foi o seguinte: fizeram a tabela primeiro; decidiram, depois, que o grenal seria em campo neutro. Duvido que tenham montado a tabela daquele jeito sabendo que o grenal não seria no Olímpico.

Vicente Fonseca disse...

Claro, a proporção seria menor, mas ainda assim muito injusta.

Anônimo disse...

3-6-1,porque não adiantar um pouco o um dos tres zagueiros por que no jogo esta definição fica clara, e fazermos,ha juarez,2-6-2, simples.